Apreensões Sexuais masculinas

Apreensões Sexuais masculinas

Atualizado: Quinta-feira, 8 Abril de 2010 as 12

H. Normam Wright

Talvez você pense que os homens têm pouca ou nenhuma apreensão sobre o sexo. Isso não é verdade! Os homens se preocupam com seu desempenho, em parte porque equiparam tanto sua masculinidade ou virilidade com a capacidade sexual. Eles querem ter certeza de que conseguirão ter uma ereção, mantê-la, satisfazer a mulher e a garantia de ter um orgasmo.

A armadilha do desempenho que os homens criam transborda para dentro da arena sexual bem como para a maior parte dos outros aspectos da vida. Eles se sentem pouco à vontade com horas e situações desestruturadas e espontâneas. Essa mesma orientação é trazida para o sexo. Se o homem tira tempo para criar uma atmosfera romântica conduzindo ampla conversa, o faz porque a seu ver esse é um passo necessário para fazer o sexo acontecer. Devido à sua orientação para objetivos, é difícil para os homens focalizar o que está acontecendo no presente. E quando o ato sexual é concluí­do, em vez de desfrutá-lo, os homens ten­dem a passar a outro objetivo. Você tem notado isso em seu próprio relacionamento.

Temores Sexuais dos Homens

Os homens têm temores com relação ao sexo. O medo sexual está amarrado a uma só pala­vra: impotência. Impotência é a incapacidade de conseguir ou manter a ereção. As ereções são parte normal da vida do homem. Os ho­mens têm quatro ou cinco ereções por noite e geralmente acordam com uma ereção. Essa pri­meira ereção da manhã é um sinal de saúde, pois indica que o homem ainda é capaz de fun­cionar. O hormônio masculino, testosterona, vai-se esgotando durante o dia e é reposto du­rante o sono. Ele atinge o pico em torno das 5 da manhã e nessa hora está até 40% mais alto do que na noite anterior. Os homens são muito mais aptos para ter sexo de manhã, mas essa hora é muitas vezes difícil para a mulher, por­que a relação não foi precedida de um tempo de comunicação amorosa. Assim, a primeira ereção da manhã não tem nada a ver com o homem estar pensando sobre sexo. Às vezes apenas significa que ele está com a bexiga cheia! Muitas esposas acham que todas essas ereções significam que ele quer sexo e isso não é verda­de. Conversem sobre isso.

Razões do Homem Para Desejar Sexo

Os homens desejam sexo por diversas razões, como alívio físico; dar ou receber conforto e afeição; amor; provar sua popularidade, mas­culinidade ou capacidade sexual; expressar ternura ou hostilidade. Muitos homens usam o sexo para provar sua virilidade.

Consciente ou subconscientemente, os homens estão procurando a admiração verbalizada ou não dos outros quando falam sobre suas conquistas.

Quer percebam, quer não, eles querem mais do que sexo no relacionamento. Querem proximidade e intimidade. Mas não sabem como pedir isso ou admiti-lo.

Os homens não têm a resistência sexual das mulheres. Tampouco têm a capacidade de desfrutá-lo por longo tempo que as mulheres possuem. A maioria dos homens é capaz de expressar amor e afeição através da experiência sexual. Mas o que precisam aprender é dar amor e afeição de formas não sexuais.

Uma das queixas mais comuns que eu (e inúmeros outros terapeutas matrimoniais) tenho ouvido das esposas é: "Gostaria que ele pudesse entender que toda vez que eu o beijo ou abraço ou acaricio quando passo por ele dentro de casa NÃO é um convite para irmos ao quarto. Che­go até a hesitar em fazer essas coisinhas por­que parecemos acabar brigando. Por que ele não consegue entender? Já nem reajo agora quando ele me procura e beija ou me abraça. Sei que ele está pensando em sexo. Se pudésse­mos ter uma porção de contato não sexual, eu responderia muito mais e ele ficaria realmente surpreso e encantado!"

O homem freqüentemente interpreta a reação sexual da esposa como sinal do que ela sente a respeito dele em geral. Na realidade, quantas vezes a esposa responde ou o que ela concorda em fazer sexualmente com ele podem ter pouca ou nenhuma relação com os sentimentos dela para com ele. É por isso que peço aos homens com quem trabalho que leiam Sex Begins in the Kitchen (Sexo Começa na Cozinha), por Kevin Leman e If Only He Knew {Que Bom Se Ele Soubesse - Ed. Mundo Cristão), por Gary Smalley. Diga ao seu marido que o que você deseja de presente de aniversário ou aniversário de casamento é que ele leia os livros com você!

O sexo é usado de maneira diferente pelos homens e pelas mulheres no relacionamento amoroso. Muitas mulheres vêem o compartilhar como proximidade e os homens vêem a proxi­midade como algo sexual. As mulheres vêem o sexo como uma forma de proximidade e muitos homens o vêem como a única forma de proximidade. Para as mulheres, ternura, toque, conversa e sexo formam um só pacote. Para alguns homens, sexo é suficiente, especialmen­te se eles não sabem como se relacionar com a mulher por meio de outras expressões de inti­midade.

Muitos homens substituem o compartilhar pelo sexo. O sexo é uma expressão de emoção e também um substituto para a emoção. É como uma mulher expressou seus sentimentos a respeito de sexo com o marido: "Para mim, proximidade significa compartilhar e conversar. Ele acha que proximidade é ter sexo. Talvez essa seja a diferença na maneira como amamos. Quando ele está aborrecido, ou bravo, ou inseguro, ele quer sexo. Acho que sexo o tranqüiliza. Mas gostaria que ele conversasse sobre os sentimentos. Quando chego em casa do trabalho e estou tensa com uma porção de coisas, quero conversar a respeito. Quando ele chega em casa assim, não quer conversar, quer sexo. Quando estou triste, preciso é de um ombro no qual chorar e alguém para me ouvir. Quando ele está triste, quer ser seduzido para esquecer os sentimentos." É essa a sua experiência?2

Disse certo marido: "O sexo significa muitas coisas para mim. Às vezes quero sexo com minha esposa porque me sinto romântico e quero ser amoroso e ter intimidade. Outras vezes só quero o alívio ou diversão. Não preciso conversar sobre sexo o tempo todo. Gostaria que ela pudesse entender isso."

Sexo e Comunicação

Muitos homens acham que o sexo pode substituir todos os outros tipos de comunicação no relacionamento. Sexo é o veículo que os casais tomam para compartilhar seu ser pessoal e particular. É como se o marido dissesse à esposa: "Você deve saber que eu a amo porque tenho relação sexual com você." Para as mulheres, sexo é apenas um meio entre muitos para atingir intimidade e nem sempre o melhor. Para muitos homens, sexo é a única expressão de intimidade.

Os homens tendem a comprimir o significado de intimidade no ato sexual e quando não têm essa saída, podem ficar frustrados e aborrecidos. Por quê? Porque estão cortados da única fonte de proximidade que conhecem. Os homens estão interessados em proximidade e intimidade, mas têm maneiras diferentes de definir e expressar esse interesse. Aqui de novo está uma área sobre a qual talvez você e seu esposo devam falar, ouvir e entender a visão que ambos têm sobre o sexo e, de alguma forma, aprender a falar a linguagem um do outro.

Os homens hesitam em falar com suas esposas sobre sexo porque têm medo de fazer papel de bobo. Eles são supostamente os fortes e durões, portanto têm medo de se fazer vulneráveis. Os homens supostamente são aqueles cujos sentimentos não deveriam ser magoados. Mas eles podem ser vulneráveis.

O Desempenho Sexual Masculino

O alívio sexual é importante para o homem, mas o que realmente o deixa desconfortável é abraço e carícia não direcionados para um alvo. Assim, ele aborda o sexo de forma mecânica. Sexo se torna trabalho em vez de diversão. O resultado final - em vez do processo - se torna importante. Sexo passa a ser um ato em vez de um meio de ficar perto. Isso ignora o fato de que a reação sexual do homem é também uma expressão de quem ele é. Está diretamente ligada aos seus sentimentos e desejos e é também um reflexo da qualidade do relacionamento material.

Os homens mais jovens especialmente tendem a provar quem são através de seu desempenho sexual, mas à medida que o ho­mem vai ficando mais velho e amadurecendo, ele começa a desejar maior intimidade. O im­pulso sexual intenso e o conceito de afeto físi­co que ele tinha quando adolescente começa a mudar. À medida que ele amadurece, torna-se capaz de diferenciar entre sua necessidade de reafirmação emocional e apoio e sua ne­cessidade de sexo. A comunicação se torna mais importante para alguns homens. Se seu marido se aproxima de você com um abraço e um beijo e você fica sem saber o que ele quer, pergunte! Descubra se ele quer agrado, beijo, carícia, cinco minutos de afagos mais íntimos ou relação sexual. Talvez você se surpreenda! Encoraje-o a contar-lhe. Não tenha medo de contar-lhe também o que você quer.

Medo Masculino da Impotência

Mencionei anteriormente que um grande medo dos homens é a impotência. Os homens se preocupam com suas ereções. Eles precisam de carícias para se preparar para o ato da mesma forma que as mulheres. Nem sempre podem dar conta do recado quando querem. A atmos­fera é importante para eles também. Ocasio­nalmente, o homem não consegue uma ereção, embora se sinta desejoso e amoroso. Isso pode ser uma reação normal. Se continuar por algum tempo, contudo, é indicação de algum tipo de dificuldade. A medida que os homens envelhecem, suas ereções podem não ser fir­mes e podem demorar mais para ocorrer. To­dos os homens experimentam uma época de impotência durante o decorrer da vida, e mui­tas vezes ela é situacional. Noventa por cento da causa está na cabeça do homem em vez de em sua condição física. Se a impotência per­sistir, pode ser necessário obter maiores infor­mações ou ajuda.

A ansiedade com o desempenho é uma das razões pela qual o homem perde interesse em sexo. Os homens têm níveis diferentes de inte­resse em sexo. Às vezes, o impulso da mulher é muito mais forte, e ela é quem fica constantemente forçando o marido.

Apreensões Sexuais masculinas

Talvez você pense que os homens têm pouca ou nenhuma apreensão sobre o sexo. Isso não é verdade! Os homens se preocupam com seu desempenho, em parte porque equiparam tanto sua masculinidade ou virilidade com a capacidade sexual. Eles querem ter certeza de que conseguirão ter uma ereção, mantê-la, satisfazer a mulher e a garantia de ter um orgasmo.

A armadilha do desempenho que os homens criam transborda para dentro da arena sexual bem como para a maior parte dos outros aspectos da vida. Eles se sentem pouco à vontade com horas e situações desestruturadas e espontâneas. Essa mesma orientação é trazida para o sexo. Se o homem tira tempo para criar uma atmosfera romântica conduzindo ampla conversa, o faz porque a seu ver esse é um passo necessário para fazer o sexo acontecer. Devido à sua orientação para objetivos, é difícil para os homens focalizar o que está acontecendo no presente. E quando o ato sexual é concluí­do, em vez de desfrutá-lo, os homens ten­dem a passar a outro objetivo. Você tem notado isso em seu próprio relacionamento.

Temores Sexuais dos Homens

Os homens têm temores com relação ao sexo. O medo sexual está amarrado a uma só pala­vra: impotência. Impotência é a incapacidade de conseguir ou manter a ereção. As ereções são parte normal da vida do homem. Os ho­mens têm quatro ou cinco ereções por noite e geralmente acordam com uma ereção. Essa pri­meira ereção da manhã é um sinal de saúde, pois indica que o homem ainda é capaz de fun­cionar. O hormônio masculino, testosterona, vai-se esgotando durante o dia e é reposto du­rante o sono. Ele atinge o pico em torno das 5 da manhã e nessa hora está até 40% mais alto do que na noite anterior. Os homens são muito mais aptos para ter sexo de manhã, mas essa hora é muitas vezes difícil para a mulher, por­que a relação não foi precedida de um tempo de comunicação amorosa. Assim, a primeira ereção da manhã não tem nada a ver com o homem estar pensando sobre sexo. Às vezes apenas significa que ele está com a bexiga cheia! Muitas esposas acham que todas essas ereções significam que ele quer sexo e isso não é verda­de. Conversem sobre isso.

Razões do Homem Para Desejar Sexo

Os homens desejam sexo por diversas razões, como alívio físico; dar ou receber conforto e afeição; amor; provar sua popularidade, mas­culinidade ou capacidade sexual; expressar ternura ou hostilidade. Muitos homens usam o sexo para provar sua virilidade.

Consciente ou subconscientemente, os homens estão procurando a admiração verbalizada ou não dos outros quando falam sobre suas conquistas.

Quer percebam, quer não, eles querem mais do que sexo no relacionamento. Querem proximidade e intimidade. Mas não sabem como pedir isso ou admiti-lo.

Os homens não têm a resistência sexual das mulheres. Tampouco têm a capacidade de desfrutá-lo por longo tempo que as mulheres possuem. A maioria dos homens é capaz de expressar amor e afeição através da experiência sexual. Mas o que precisam aprender é dar amor e afeição de formas não sexuais.

Uma das queixas mais comuns que eu (e inúmeros outros terapeutas matrimoniais) tenho ouvido das esposas é: "Gostaria que ele pudesse entender que toda vez que eu o beijo ou abraço ou acaricio quando passo por ele dentro de casa NÃO é um convite para irmos ao quarto. Chego até a hesitar em fazer essas coisinhas porque parecemos acabar brigando. Por que ele não consegue entender? Já nem reajo agora quando ele me procura e beija ou me abraça. Sei que ele está pensando em sexo. Se pudésse­mos ter uma porção de contato não sexual, eu responderia muito mais e ele ficaria realmente surpreso e encantado!"

O homem freqüentemente interpreta a reação sexual da esposa como sinal do que ela sente a respeito dele em geral. Na realidade, quantas vezes a esposa responde ou o que ela concorda em fazer sexualmente com ele podem ter pouca ou nenhuma relação com os sentimentos dela para com ele. É por isso que peço aos homens com quem trabalho que leiam Sex Begins in the Kitchen (Sexo Começa na Cozinha), por Kevin Leman e If Only He Knew {Que Bom Se Ele Soubesse - Ed. Mundo Cristão), por Gary Smalley. Diga ao seu marido que o que você deseja de presente de aniversário ou aniversário de casamento é que ele leia os livros com você!

O sexo é usado de maneira diferente pelos homens e pelas mulheres no relacionamento amoroso. Muitas mulheres vêem o compartilhar como proximidade e os homens vêem a proxi­midade como algo sexual. As mulheres vêem o sexo como uma forma de proximidade e muitos homens o vêem como a única forma de proximidade. Para as mulheres, ternura, toque, conversa e sexo formam um só pacote. Para alguns homens, sexo é suficiente, especialmen­te se eles não sabem como se relacionar com a mulher por meio de outras expressões de inti­midade.

Muitos homens substituem o compartilhar pelo sexo. O sexo é uma expressão de emoção e também um substituto para a emoção. É como uma mulher expressou seus sentimentos a respeito de sexo com o marido: "Para mim, proximidade significa compartilhar e conversar. Ele acha que proximidade é ter sexo. Talvez essa seja a diferença na maneira como amamos. Quando ele está aborrecido, ou bravo, ou inseguro, ele quer sexo. Acho que sexo o tranqüiliza. Mas gostaria que ele conversasse sobre os sentimentos. Quando chego em casa do trabalho e estou tensa com uma porção de coisas, quero conversar a respeito. Quando ele chega em casa assim, não quer conversar, quer sexo. Quando estou triste, preciso é de um ombro no qual chorar e alguém para me ouvir. Quando ele está triste, quer ser seduzido para esquecer os sentimentos." É essa a sua experiência?2

Disse certo marido: "O sexo significa muitas coisas para mim. Às vezes quero sexo com minha esposa porque me sinto romântico e quero ser amoroso e ter intimidade. Outras vezes só quero o alívio ou diversão. Não preciso conversar sobre sexo o tempo todo. Gostaria que ela pudesse entender isso."

Sexo e Comunicação

Muitos homens acham que o sexo pode substituir todos os outros tipos de comunicação no relacionamento. Sexo é o veículo que os casais tomam para compartilhar seu ser pessoal e particular. É como se o marido dissesse à esposa: "Você deve saber que eu a amo porque tenho relação sexual com você." Para as mulheres, sexo é apenas um meio entre muitos para atingir intimidade e nem sempre o melhor. Para muitos homens, sexo é a única expressão de intimidade.

Os homens tendem a comprimir o significado de intimidade no ato sexual e quando não têm essa saída, podem ficar frustrados e aborrecidos. Por quê? Porque estão cortados da única fonte de proximidade que conhecem. Os homens estão interessados em proximidade e intimidade, mas têm maneiras diferentes de definir e expressar esse interesse. Aqui de novo está uma área sobre a qual talvez você e seu esposo devam falar, ouvir e entender a visão que ambos têm sobre o sexo e, de alguma forma, aprender a falar a linguagem um do outro.

Os homens hesitam em falar com suas esposas sobre sexo porque têm medo de fazer papel de bobo. Eles são supostamente os fortes e durões, portanto têm medo de se fazer vulneráveis. Os homens supostamente são aqueles cujos sentimentos não deveriam ser magoados. Mas eles podem ser vulneráveis.

O Desempenho Sexual Masculino

O alívio sexual é importante para o homem, mas o que realmente o deixa desconfortável é abraço e carícia não direcionados para um alvo. Assim, ele aborda o sexo de forma mecânica. Sexo se torna trabalho em vez de diversão. O resultado final - em vez do processo - se torna importante. Sexo passa a ser um ato em vez de um meio de ficar perto. Isso ignora o fato de que a reação sexual do homem é também uma expressão de quem ele é. Está diretamente ligada aos seus sentimentos e desejos e é também um reflexo da qualidade do relacionamento material.

Os homens mais jovens especialmente tendem a provar quem são através de seu desempenho sexual, mas à medida que o ho­mem vai ficando mais velho e amadurecendo, ele começa a desejar maior intimidade. O im­pulso sexual intenso e o conceito de afeto físi­co que ele tinha quando adolescente começa a mudar. À medida que ele amadurece, torna-se capaz de diferenciar entre sua necessidade de reafirmação emocional e apoio e sua ne­cessidade de sexo. A comunicação se torna mais importante para alguns homens. Se seu marido se aproxima de você com um abraço e um beijo e você fica sem saber o que ele quer, pergunte! Descubra se ele quer agrado, beijo, carícia, cinco minutos de afagos mais íntimos ou relação sexual. Talvez você se surpreenda! Encoraje-o a contar-lhe. Não tenha medo de contar-lhe também o que você quer.

Medo Masculino da Impotência

Mencionei anteriormente que um grande medo dos homens é a impotência. Os homens se preocupam com suas ereções. Eles precisam de carícias para se preparar para o ato da mesma forma que as mulheres. Nem sempre podem dar conta do recado quando querem. A atmos­fera é importante para eles também. Ocasio­nalmente, o homem não consegue uma ereção, embora se sinta desejoso e amoroso. Isso pode ser uma reação normal. Se continuar por algum tempo, contudo, é indicação de algum tipo de dificuldade. A medida que os homens envelhecem, suas ereções podem não ser fir­mes e podem demorar mais para ocorrer. To­dos os homens experimentam uma época de impotência durante o decorrer da vida, e mui­tas vezes ela é situacional. Noventa por cento da causa está na cabeça do homem em vez de em sua condição física. Se a impotência per­sistir, pode ser necessário obter maiores infor­mações ou ajuda.3

A ansiedade com o desempenho é uma das razões pela qual o homem perde interesse em sexo. Os homens têm níveis diferentes de inte­resse em sexo. Às vezes, o impulso da mulher é muito mais forte, e ela é quem fica constantemente forçando o marido.

veja também