As sábias palavras de Agur escondidas em Provérbios 30

As sábias palavras de Agur escondidas em Provérbios 30

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 9:51

1 – Quando você estiver tão cansado, a ponto de achar que está exausto, e acreditar que é muito estúpido para ser um homem, pense na grandeza de Deus, nAquele que guarda os ventos em Seus punhos; que tem a capacidade de prender todas as águas na própria roupa; que fundou e firmou todas as extremidades da Terra. Porque todas as Suas palavras são verdadeiras, e Ele protege e guarda todas as pessoas que confiam nEle (Provérbios 30:1-5);

2 – Faça como Agur (que escreveu o capítulo 30 de Provérbios), peça duas coisas a Deus: para ficar longe da falsidade e da mentira, e ter o necessário para viver bem (Provérbios 30:7-8);

3 – Não calunie ninguém, para que você não seja amaldiçoado por essa pessoa e leve a culpa depois (Provérbios 30:10);

4 – Não seja como algumas pessoas que amaldiçoam aos pais (Provérbios 30:11);

5 – Há pessoas que se acham puras aos próprios olhos, no entanto, elas nunca tiraram a sujeira de suas vidas; e há outras arrogantes e orgulhosas. Não seja como elas (Provérbios 30:12-13);

6 – Respeite e obedeça aos seus pais, não os despreze, para que coisas terríveis não aconteçam com você (Provérbios 30:17);

7 – Aprenda com alguns seres ‘inferiores’: as formigas não são um povo forte, mas são espertas e prevenidas o suficiente para se preparar bem para o tempo da adversidade; os arganazes (espécie de roedor) também não são dotados de força, mas são sábios o suficiente para construir suas casas na rocha; os gafanhotos, que não possuem um rei para lhes repartir tarefas, são organizados e sabem bem qual papel desempenhar (Provérbios 30:25-27);

8 – Agora veja o exemplo de alguns animais que não se deixam abater: o leão, considerado o mais forte entre os animais, por nada nem ninguém volta atrás; já o galo e o bode andam sempre com a cabeça erguida (Provérbios 30:29-31);

9 – É melhor você se calar do que agir como um louco, de maneira insensata, ou planejando o mal,  porque isso incita a violência e gera provocações e brigas (Provérbios 30:32-33).    

veja também