Campus do Cariri significa oportunidades para os jovens do sertão cearense

Campus do Cariri significa oportunidades para os jovens do sertão cearense

Atualizado: Sexta-feira, 22 Agosto de 2008 as 12

Campus do Cariri significa oportunidades para os jovens do sertão cearense

A implantação de um campus da Universidade Federal do Ceará em Juazeiro do Norte, região do Cariri deu aos jovens do interior cearense uma nova perspectiva. Antes, a vontade era sair do sertão em busca de melhores condições de vida. Agora, muitos planejam ficar e contribuir para o desenvolvimento da região.

Antônio Agnaldo Neves, estudante de engenharia civil do campus do Cariri da Universidade Federal do Ceará (UFC) é natural do município cearense de Campos Sales e mudou-se para Juazeiro do Norte, distante 150 quilômetros, para ingressar na educação superior pública. Seu desejo profissional é tornar-se professor e pesquisador da própria UFC.

''Sempre sonhei em cursar uma instituição superior. Assim que concluí o ensino médio, soube da vinda de um campus da UFC aqui para o Cariri. Decidi vir logo. Se não fosse assim, eu teria de ir para Fortaleza, e seria tudo mais difícil'', conta o estudante. Filho único, Neves busca o crescimento profissional para ajudar os pais, aposentados, na renda familiar. O estudante pretende, assim que se formar, fazer cursos de mestrado e, em seguida, de doutorado.

A vontade de seguir a carreira acadêmica também move Amanda Medeiros. Aos 20 anos, a estudante do terceiro semestre de administração planeja fazer curso de mestrado assim que concluir a graduação. ''O campus do Cariri facilitou meus planos. Provavelmente, eu não teria condições de ir para a capital, entrar na universidade federal e fazer o curso que eu queria'', diz.

Já a colega de classe Soraia Andrade quer trabalhar na área de marketing. Ela mora no município de Barro, a 100 quilômetros de Juazeiro do Norte. Todos os dias, ela sai de casa às 16h e volta à meia-noite, no transporte oferecido pela prefeitura de sua cidade. ''O esforço vale a pena. Agora, está até mais fácil porque posso continuar morando na minha cidade. Sem o campus do Cariri, eu teria de me mudar'', afirma.

Qualificação

O professor José Valmir Feitosa, do curso de agronomia, acredita que as empresas privadas também venham a se beneficiar da mão-de-obra qualificada formada no campus do Cariri. ''Na minha área, por exemplo, a região tem empresas de fruticultura, floricultura e pecuária leiteira em plena expansão. Os alunos de hoje, futuros profissionais, contribuirão ainda mais para esse desenvolvimento''.

Para o diretor do campus, Antonio Nunes de Miranda, a presença da universidade na região vai fazer a diferença na vida desses jovens e no próprio crescimento econômico. ?A universidade tem um potencial de mudança. O desenvolvimento socioeconômico da região é um dos objetivos da implantação do campus aqui no Cariri, mas o principal é a felicidade das pessoas em aperfeiçoar seu conhecimento?, acredita.

Na visão do diretor, o ensino, a pesquisa e a extensão proporcionados pela universidade têm efeito multiplicador de talentos profissionais para a região. Por isso, a UFC propôs em seu plano de trabalho a criação de 15 programas de pós-graduação. ''No ensino, vamos reunir estudantes de cerca de 90 municipios. Na pós-graduação, pretendemos ter pessoas de todo o país'', ressalta.

As aulas na unidade do Cariri tiveram início há dois anos, em instalações provisórias. Neste segundo semestre, os estudantes já têm aulas nos novos prédios, a serem inaugurados oficialmente nesta quarta-feira, 20. Os cursos em funcionamento são os de engenharia civil, agronomia, administração, biblioteconomia e filosofia, com um total de 420 alunos.

veja também