Cardápio estimulante para o jantar do Dia dos Namorados

Cardápio estimulante para o jantar do Dia dos Namorados

Atualizado: Quinta-feira, 5 Junho de 2008 as 12

Cardápio estimulante para o jantar do Dia dos Namorados

Conheça os alimentos que estimulam e os que inibem o desejo e o vigor físico e prepare-se para uma inesquecível com seu amado

Por Myrian Rosário

Embora o assunto ainda seja tabu em muitas igrejas e lares, sexo é uma bênção, um presente de Deus para homens e mulheres. Afinal, é o relacionamento sexual que diferencia o casamento de todas as outras relações humanas. A Bíblia incentiva os cônjuges a usufruírem dessa bênção. Marido e mulher devem se empenhar para manter acesa a chama da paixão, fazendo com que o ato conjual seja sempre especial.

O Dia dos Namorados pode ser um bom pretexto para tornar o relacionamenro ainda mais romântico. Uma boa sugestão é preparar uma noite inesquecível e celebrar o amor como na lua-de-mel. Mas para que a noite seja perfeita, além de caprichar nas roupas, no perfume e no ambiente, marido e mulher devem ficar atentos ao cardápio. O jantarzinho romântico que antecede o namoro deve conter ingredientes que estimulem o desejo e o vigor físico. Fique atenta às dicas da nutricionista Marília Fernandes e prepare-se para viver momentos de muito prazer!

"Se a intenção é alimentar a libido, mantenha distância das bebidas alcoólicas e modere nos doces. Eles dão pique num primeiro momento e em seguida sonolência profunda", observa a nutricionista. Marília também recomenda moderação no consumo de bebidas que contenham cafeína e cola, como café, chá mate, chá preto, coca-cola, pepsi-cola e guaraná. "Reconhecidos estimulantes, essas bebidas, em excesso, acabam prejudicando o desempenho", alerta.

Estimulantes

Aveia:   Alguns estudos realizados nos Estados Unidos relatam que as fibras solúveis presentes na aveia  aumentam a quantidade de testosterona disponível no sangue. "Esse é o hormônio responsável pelo clímax tanto no homem quanto na mulher", declara a nutricionista.

Nozes e castanhas: A gordura presente nas nozes e castanhas produzem o bom colesterol, essencial para a produção dos hormônios sexuais. "Se você estiver preocupada com as calorias ingeridas, corte apenas a gordura de origem animal. Mantenha as de origem vegetal para não diminuir seu desejo", recomenda Marília.

Carne bovina, peixes, frutos do mar, leite e derivados: Todos esses alimentos fornecem boas doses de zinco, nutriente que regula a produção de prolactina. "Em excesso, esse hormônio pode causar algumas disfunções sexuais", alerta a nutricionista.

Algas: De acordo com Marília Fernandes, um jantar à base de comida japonesa é perfeito para quem quer namorar muito depois, já que o cardápio oriental é rico em algas. "Algumas mulheres apresentam perda de libido devido a um hipotireoidismo discreto, não detectado nos exames de laboratório. As algas são boas fontes de minerais e de iodo. O iodo é o nutriente essencial para o bom funcionamento da tireóide", conclui.  

veja também