Casamento Feliz

Casamento Feliz

Atualizado: Segunda-feira, 6 Dezembro de 2010 as 2:43

Não procure cabelo em ovo. "Penso que nós, mulheres, sofremos porque ‘achamos’ demais. Desconfiamos o tempo todo sem pesar as medidas. Com essa atitude, esquecemos de viver, de sorrir, de sentir o prazer de ser amada. Aposentem a desconfiança e deem asas para a felicidade. Na vida do meu marido, não quero saber o que aconteceu antes de mim. O que interessa são os nossos 10 anos bem vividos juntos, dividindo a mesma cama e o mesmo teto", diz Manaly.

Não se humilhe. "Sou casada há 10 anos e, sinceramente, não vale a pena nos humilharmos por homem. Valorize-se mais. Sorria. Mesmo que o seu coração sofra, mostre que você é muito mais do que ele enxerga em você", diz Lals.

Seja tolerante. "Sou casada há 10 anos e tenho três filhas. Aprendi que, para se viver junto, temos que abrir mão de muitas coisas e fechar os olhos para outras. Imponha sua individualidade e respeite a dele", diz Xel.

Tome um chá de sumiço. "É importante investir em lingeries interessantes, planejar muitas e maravilhosas viagens, mesmo que a gente saiba que nem metade daquilo vai sair do papel. Depois de tanto tempo casada, acredito que de vez em quando é importante dar um perdido em todo mundo e sumir num final de semana", diz a pesquisadora Lidiane.

Cuidado com a concorrência. "Vou fazer 10 anos de casada e tenho um filho de três anos. Minha dica é: nunca se esqueça de elogiar o marido, sempre tenha tempo para ele, cuide-se bem, compre roupas ousadas, faça ginástica, fique sempre bonita, nunca fique cansada o suficiente para se esquecer de você e dele, pois outra com certeza vai estar cheirosa esperando nossos maridos. Assim que dermos brecha, elas atacam", diz Maria João.

Reinvente-se. "Depois de três filhos e 10 anos de casados, parecia que o meu marido não olhava para mim com os mesmos olhos. Para virar essa situação, dei de presente ao nosso casamento uma transformação total no meu visual: fiz lipo, coloquei silicone e pintei o cabelo", conta a cerimonialista Silvia, 37 anos. "Agora o meu marido voltou a me procurar e a me namorar como fazia no começo. Estou adorando, quer dizer, estamos!", diz ela.

Não tenha pudores na cama: "Tenho 10 anos de casada e aprendi que pudores, tabus e expressões de nojo não irão levar o casal a lugar algum. Melhor dizendo, irão levar seu homem a procurar uma mulher que faça diferente", acredita P. L.

Não tente mudá-lo: "Tenho dois filhos e já vou fazer 10 anos de casada. Sabe o que eu aprendi? Sempre tentei mudar meu marido, mas hoje não tento mudá-lo. Aceito do jeito que ele é, pois nós, mulheres, somos assim: idealizamos um tipo de homem que hoje em dia é raro de existir, pois somos românticas, somos mais coração enquanto o homem é mais carnal", diz Daniela.

Invista no romance. "Tenho 14 anos e meio de casada. Nesse tempo, aprendi que temos sempre que tentar reinventar o romance, sair pra jantar a dois, frequentar programas culturais, essas coisas que a gente faz porque curte a companhia do outro e também pra manter uma relação bacana, de cumplicidade e interesses comuns", diz a advogada Elis, 37 anos. ..

Surpreenda seu parceiro. "Depois de 10 anos de casada, hoje sei que é preciso criatividade para enfrentar o dia a dia ao lado do parceiro. É claro que é cansativo e surgem muitos problemas e implicâncias. O jeito é lidar com isso com criatividade e leveza. Fora os tropeços do cotidiano, a mulher também tem que ter criatividade na cama – se depender deles, vai ser sempre a mesma coisa", diz a professora Eliane C..

veja também