Cerca 5% dos adolescentes do mundo sofrem depressão

Cerca 5% dos adolescentes do mundo sofrem depressão

Atualizado: Terça-feira, 12 Julho de 2011 as 8:15

O diagnóstico de depressão é mais difícil nas crianças, pois os sintomas podem ser confundidos com birra ou falta de educação, mau humor, tristeza e agressividade. O que diferencia a depressão das tristezas do dia-a-dia é a intensidade, a persistência e o comprometimento das atividades normais.

Nas crianças a depressão costuma manifestar-se a partir de uma situação traumática, como separação dos pais ou a morte de uma pessoa querida. A doença combina fatores biológicos, psicológicos, sociológicos e ambientais.

Existem alguns sintomas que são comuns na depressão infantil, como:

Dificuldade de se afastar da mãe Angústia Pessimismo Irritabilidade, agressividade Problemas para se alimentar Tronco arqueado Incapacidade de sentir prazer Apatia, isolamento social e desinteresse Insônia ou sono excessivo que não satisfaz Desatenção Dores freqüentes Agitação excessiva Baixa auto-estima e sentimento de inferioridade Ao primeiro sinal de depressão, os pais devem acolher a criança e encaminhá-la a um profissional o mais rápido possível. Na maioria das vezes, o apoio da família e a psicoterapia são suficientes. Somente a partir dos 6 anos de idade, é necessário, em alguns casos, intervir com medicamentos    

veja também