Chamados para quê?

Chamados para quê?

Atualizado: Segunda-feira, 30 Novembro de 2009 as 12

No title Nossa vida tem feito diferença? Qual é nosso chamado? Sabemos que existem vários tipos de chamados, mas quero dar destaque ao chamado que temos frente ao clamor do mundo. Uma famosa música secular diz o seguinte em um de seus refrões:

Quero um amor maior

Um amor maior que eu

Um amor de dentro pra fora

Um amor que eu desconheço.

(paráfrase)

Leio esse refrão e penso: nós conhecemos esse amor. Na verdade, muitos de nós fomos inundados por esse amor de entrega total e sacrifical que nos trouxe uma nova vida. Por isso, quero lembrar que devemos encarar nosso chamamento não como uma expressão de favoritismo de Deus, mas sim como um serviço em favor das nações. Deste modo, entendemos que a salvação não é simplesmente um privilégio, uma exclusividade que diferencia o povo de Deus do mundo.

Não devemos permitir que esse privilégio nos encha de soberba; e sim que Deus nos lance como anunciadores das boas novas no meio do mundo. A nossa salvação implica auto-entrega e serviço ao próximo.

Temos de aprender a viver como corpo e não de forma individualista, longe das preocupações do mundo. Nossa missão como igreja é proclamar os atos universais de Deus. Devemos olhar além de nós mesmos, ter uma visão de acordo com a vontade de Deus para a humanidade. O evangelho não pode se tornar exclusivo. O propósito da aliança feita por Deus é maior do que a nossa salvação: nos incluir, assim como todo o corpo, no serviço e no seu plano de redenção para todos que ainda não foram alcançados. Como discípulos, temos de aprender a exercitar diariamente o nosso compromisso com a redenção das nações. Ser chamado povo de Deus é participar da missão integral de Deus.

Que possamos tomar posse do chamado, confiar que Deus opera em nós e através de nós e assim encontrar nosso papel nesse chamado.

Escrito por: Jeverton Magrão Ledo - autor de "Minha Escolha Profissional -- o que Deus tem a ver com isso?" (Editora Vida) [email protected]

veja também