Coluna - Marilene Ayalla: Como você tem usado seu tempo?

Coluna - Marilene Ayalla: Como você tem usado seu tempo?

Atualizado: Sexta-feira, 7 Março de 2008 as 12

Coluna - Marilene Ayalla  

Como você tem usado seu tempo?  

Todos os dias passo pelo mesmo semáforo e ali fico alguns bons minutos em direção ao trabalho. Chova ou faça sol, frio ou calor, aquele menino está ali, dez anos mais ou menos, franzino, roupas em ordem, mas gastas. Da moda que os meninos desta idade vestem. Sim ele é "fashion" e também no falar igual a todos os meninos. 

Ele pede lanche da lanchonete famosa que fica bem em frente. Ninguém dá nada a ele. Não ali naquele ponto elegante do bairro elegante. Mas hoje, uma senhora simpática abriu a janela de seu belo carro, blindado, e estendeu alguma coisa a ele. Prestei atenção. Aprendi a observar, gosto de observar. 

O menino corre para o canteiro central e senta na grama verdinha, por causa das últimas chuvas. Tem um livro nas mãos! E a expressão do rosto menino! Ele está feliz, eu diria esfuziante mesmo! Aquele rosto iluminado, o farol que fica verde pra mim e eu que não consigo acelerar...Buzinas, reclamações: "Eh D.Maria...", mas eu não consigo seguir adiante. Quero ver o que o menino está vendo. É impossível NÃO participar disso. 

E entro na primeira ruazinha á direita, estaciono muito mal e apressadamente vou até aquele gramado público, cheio de gente ao redor, (que me importa que me vejam?) e alcanço o menino entretido, virando páginas e páginas agitadamente. 

"O que você tem aí?", eu pergunto. "Um livro de Jesus (dá o sorriso mais doce que eu já vi), que a moça me deu...", olha para mim com aquele olhar caramelo profundo e assustado: "Ela me deu viu?". "Vi, e vi você tão encantado, que desci do carro para ver o que o encantava tanto...". "A senhora?...desceu por minha causa? Mas ela me deu, eu não  fiz nada...". "Não meu querido...você não fez nada...sua alegria  alegrou o meu dia"... não me contenho e abraço o menino. Ele me olha, com os olhos lindos e diz: "EU ADOOORO LER, EU ADOROOO JESUS! Senta aqui oh e me ajuda a ler". 

Esqueci do relógio, do tempo, da agenda... Apenas uma ligação, de celular, e fiquei ali com ele, perguntas e respostas, explicações, deduções, até que ele disse: "Que pena que a outra moça não está aqui né? Ela nem aproveitou o que me deu..." 

Pude apenas concordar. Não basta dar o material, falta o ESTAR COM. O GESTO DE DAR FOI LINDO, MAS ESTAR COM O MENINO FOI DIVINO! 

Lembrei de lares, escolas, hospitais, instituições onde é tão fácil DAR.

Tão MAIS difícil ESTAR.

As nossas crianças querem que nós ESTEJAMOS COM elas.

Marilene Ayalla é psicóloga clínica com larga experiência em atendimento individual e em instituições e empresas, acredita que a Psicoterapia é instrumento valioso de reformulação do ser humano, com suas próprias emoções e comportamentos.  

*Marilene Ayalla atende em clínica particular com hora marcada pelo telefone 11- 9982-8408.

veja também