Coluna - Marilene Ayalla: Subir e descer

Coluna - Marilene Ayalla: Subir e descer

Atualizado: Quinta-feira, 3 Abril de 2008 as 12

Coluna - Marilene Ayalla  

Subir e descer (na vida)

SUBIR E DESCER são verbos que todos conhecemos.

Desde muito pequenos, gestos e atitudes de subir e descer permeiam nossas vidas.

Que aventura vive o bebê que sobe em um sofá!

A família toda assiste, há comemoração de vitória.

Mas... quando ele aprende a descer sem cair, que maravilha!

Ver o bebê amado escorregando devagarzinho até se aprumar na superfície que o equilibra...primeiro indício de independência...

Pensava sobre isso, em meio ao trânsito pesado que enfrentamos todos os dias.

Acabara de atender jovens pais que estavam extasiados com essa vitória de seu bebê de nove meses...

De repente, as palavras dançaram em minha mente e fui construindo este texto, que partiu das primeiras duas palavras que o iniciam.

SUBIR, sinônimo de alcançar posições mais elevadas quer fisicamente, quer materialmente. Como é fácil subir degraus na intelectualidade, na conquista de oportunidades, num local para ver um acontecimento melhor posicionado, estar mais no alto.

ACIMA, EM CIMA, NO TOPO.

Faz bem para nosso eu. Melhora nossa auto-estima, faz-nos sentir que estamos bem.

DESCER, ação que indica ir para baixo, perder posições.

Quando estamos deprimidos, popularmente dizemos que ?descemos a ladeira?.

Mas, nem sempre subir quer dizer conquista e descer quer dizer derrota.

Há momentos em que somos testados tanto numa, quanto noutra situação.

Testados em orgulho, perseverança, coragem, fé.

Tanto em cima quanto embaixo, precisamos dar exemplo, ter conduta adequada, ser solidário, compartilhar o que temos, iniciar ações que repercutam num bem geral, não ter vergonha de dar ou pedir, humildade para receber.

Não é em vão que subir e descer faz parte do aprendizado do bebê.

Ele terá de exercitar-se nisso ao longo de sua vida.

Gosto de pensar no sorriso orgulhoso dos pais ao assistirem seus filhos subindo e descendo... No quanto falarão disso aos seus amigos e familiares...

Mas gosto muito mais de rever o semblante surpreso do bebê diante de sua façanha.

Visão que inspira o aprendizado que é viver.

Marilene Ayalla é psicóloga clínica com larga experiência em atendimento individual e em instituições e empresas, acredita que a Psicoterapia é instrumento valioso de reformulação do ser humano, com suas próprias emoções e comportamentos.  

*Marilene Ayalla atende em clínica particular com hora marcada pelos telefones 11- 9982-8408.

veja também