Coluna Talita Pagliarin - A morte e a vida estão no poder da língua

Coluna Talita Pagliarin - A morte e a vida estão no poder da língua

Atualizado: Terça-feira, 12 Fevereiro de 2008 as 12

Coluna - Talita Pagliarin

A morte e a vida estão no poder da língua

"A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto." Pv 18:21

Quero compartilhar com cada um de vocês algo tem me feito refletir bastante nos últimos dias: o poder da língua.

Conforme o versículo citado acima, quero que você pense sobre ele por um momento: a morte e a vida estão no poder da língua. Bem, com esse poder podemos usá-lo para criar morte e destruição ou para criar vida e saúde. A escolha é sua, a escolha é nossa.

Durante os anos de minha vida e ministério, aprendi muito sobre fofoca, julgamento, crítica e sobre achar falha nos outros. Tenho aprendido que essas coisas desagradam a Deus e que a mesma boca nós usamos para bendizê-lo e louvá-lo, amaldiçoamos, condenamos e destruímos relacionamentos. Muitas pessoas não admitem isso. Sabe por quê? Por causa do orgulho...

O Senhor, Ele olha o nosso coração e nos considera perfeitos enquanto buscamos o caminho da perfeição. E precisamos, portanto, buscar isso cada dia mais no Reino Espiritual.

O orgulho é uma atitude da qual pensamos que estamos limpos, mas não é bem assim. No livro de Tg. 3:8 ? 10 diz: "de uma só boca procede benção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim."

Não espalhe a difamação, não seja um difamador. No dicionário grego, a palavra "difamar" significa acusar falsamente, e sua forma no substantivo é traduzida como difamadores, quando se refere àqueles que julgam o comportamento e a conduta dos outros, espalhando suas insinuações e críticas, com o poder destruidor de suas palavras. Já as palavras "acusador" ou "diabo" traduzido em português é exatamente a mesma palavra grega diabolos, que significa um acusador, um difamador.

Você percebe o que isso significa? Significa que quando difamamos alguém ou acusamos outra pessoa falsamente estamos permitindo que o diabo use a nossa boca e como Tiago diz, não é conveniente que estas coisas sejam assim...

Em Efésios 4:31, a palavra nos diz: "Longe de vós toda amargura e cólera, e ira e gritaria, e blasfêmia e bem assim toda malícia."

Meus irmãos: gestos, tom de voz e expressões faciais transmitem a mensagem tanto quanto as palavras. É possível dizer todas as coisas certas e, mesmo assim, transmitir uma mensagem completamente errada. Não importa o quão certo você julgue seu coração estar diante do Senhor se você tem orgulho, soberba, ira em seu espírito. Você pode ter sido maltratado e injustiçado, e talvez por isso esteja cheio de ódio, ressentimento, desconfiança, ira e hostilidade. Ao invés da lei da bondade e gentileza, você está cheio de aspereza e dureza. Ao invés da lei da bondade, você vive a lei da selva? Muitas das vezes o principal problema de tudo isso e causador estão bem debaixo do seu nariz e ? sua boca.

Tiago mesmo nos diz que nenhum homem pode domar a língua, mas há algo que podemos fazer sim, e Deus quer que façamos: submeter nossa língua a Deus, pedindo que Seu Espírito tome o controle dela e traga-a em submissão a sua vontade.

Aprendi e ainda estou aprendendo com minhas experiências meus amigos, que um extremo é tão ruim quanto o outro. O que devemos aprender em tudo isso é o equilíbrio.

Se por um lado não podemos ser ásperos e duros, por outro, não devemos ser fracos e excessivamente suaves. Não devemos ser irritáveis e impacientes, tampouco ser tão mansos a ponto de nos tornarmos capachos e muros de lamentação do que querem levar vantagem sobre nós. Um dos frutos do Espírito é o equilíbrio.

Há tempo para ser pacientes e tolerantes, e há tempo para ser firmes e decididos com situações e pessoas. Tempo de abraçar e tempo de afastar. Há tempo para "não nos irar" e tempo de demonstrar justa indignação. É sábio saber quando fazer qualquer coisa...   

"Concedei-me Senhor a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para modificar aquelas que eu posso e sabedoria para distinguir umas das outras."

Talita Pagliarin é cantora, desde os três anos de idade participa do ministério de louvor; evangelista, psicóloga e apresenta programas de rádio (Nacional Gospel 920 AM/www.pazevida.com.br) e TV (canal 53 UHF, 21 TVA, 28 NET).

Contato: www.talitapagliarin.com.br

veja também