Coluna Teresa Cassab - Posso pecar na maneira de me vestir?

Coluna Teresa Cassab - Posso pecar na maneira de me vestir?

Atualizado: Terça-feira, 12 Fevereiro de 2008 as 12

Coluna - Teresa Cassab

Posso pecar na maneira de me vestir?

Expor o corpo nos tempos bíblicos era uma forma de humilhar os condenados ou prisioneiros de guerra. Um termo bíblico para a nudez, que se refere às partes íntimas é: "vergonha". Quando uma mulher era flagrada em adultério, era humilhada, tendo as roupas arrancadas publicamente, era desonroso, era humilhante.

Hoje, vemos corpos nus expostos em bancas de revistas, outdoors e programas de televisão. São expostos não de forma humilhante como uma condenação, mas sim, como culto à liberdade que gera libertinagem.

Mulheres se desvalorizam moralmente, quando semi-nuas valorizam a linguagem corporal, explorando a sensualidade, provocando assim a decadência moral em que vivemos hoje. Em resposta a isso, assistimos ao desrespeito, aos abusos, aos crimes sexuais, aos adultérios, os lares são desfeitos cada vez com mais freqüência em nossa sociedade.

Mas temos um compromisso com aqu’Ele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz,  para fazer a diferença nesta sociedade. Por isso mulher, seja sal! Não como a mulher de Ló que, olhando para trás, desejando tudo que o mundo oferece à carne, tornou-se uma estátua de sal, simbolizando um grande potencial desperdiçado.

Não desperdice o seu potencial, não perca o seu valor, se o sal for insípido, para nada serve, senão para ser pisado pelos homens, Mat.5:13. Seja sal na terra, para conservar a si mesma livre das contaminações, "Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna." Jud. 21. Seja sal, para gerar sede de água viva àqueles que se embriagam e dançam com a morte, condenando-se a viverem as tristes conseqüências de suas más escolhas.

Portanto, "Revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências." Rom. 13:14

Teresa Cassab é pastora do grupo de mulheres do Morumbi - SP; faz atendimento na área de cura interior; e é colaboradora do Nosso Jornal (Igreja Batista do Povo - SP).

veja também