Como controlar o controle remoto na mão das crianças

Como controlar o controle remoto na mão das crianças

Atualizado: Segunda-feira, 5 Janeiro de 2009 as 12

1)   Calcule quando tempo você gasta com a TV e seja o exemplo para os filhos. A Bíblia diz: "...o argucioso considera os seus passos" (Pv 15.15). Não pode haver incoerência entre o que você ensina e as suas ações. Aquilo que não serve para os seus filhos não deve servir para você.

2)   Calcule quanto tempo sua família gasta com a TV.  O escritor Stephen R. Covey, em seu livro "Os sete hábitos das pessoas muito eficazes", diz que "diante desse desafio para a família, em relação ao tempo que se passa na frente da TV, resolveram reduzir esse tempo para sete horas por semana. Isso significa que a família tinha uma hora por dia para assistir TV". Achei essa uma sugestão muito interessante. A família que praticar essa disciplina com certeza estará ganhando, e muito.

3)   Talvez você esteja pensando: "Uma hora por semana é muito pouco, mais do que isso é o tempo de duração de uma partida de futebol". Tente passar um dia por semana sem assistir TV e uma semana por mês. Essa disciplina já fará toda a diferença. Uma maneira de reduzir o tempo gasto com a TV é retirá-la do quarto das crianças e do casal. Isso pode ajudar nos limites impostos. As crianças que têm TV no quarto assistem uma hora e meia a mais de TV por dia do que aquelas que não têm, aponta uma pesquisa.  

4)   Programe o que a família vai assistir na TV. É claro que há programas bons para serem assistidos.  Seria interessante se os pais verificassem, antecipadamente, qual é a programação do dia, selecionando aquelas que os filhos desejam ver e quais seriam mais educativas e agradáveis para todos.

5)   Seja criterioso com relação ao que pode e ao que não pode ser assistido pelas crianças. Os limites só funcionam quando os pais são firmes na aplicação da disciplina, ou seja, quando as regras impostas não são quebradas ou desrespeitadas.

6)   Reflita com os seus filhos sobre as advertências da Palavra de Deus quanto ao que deveríamos assistir na TV.

"Não se enganem: "As más companhias estragam os bons costumes" - (1 Co 15.33 - BNLH).

"Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus, que não seguem o exemplo dos que não querem saber de Deus e que não se juntam com os que zombam de tudo o que é sagrado!" (Sl 1.1).

Você já observou como em algumas novelas e filmes o "Sagrado" é ridicularizado?

"Pelo contrário, o prazer deles está na lei do SENHOR, e nessa lei eles meditam dia e noite" (Sl 1.2 - BNLH).

"Essas pessoas são como árvores que crescem na beira de um riacho; elas dão frutas no tempo certo, e as suas folhas não murcham. Assim também tudo o que essas pessoas fazem dá certo" (Sl 1.3 - BNLH).

"Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente" (Fp 4.8 - BNLH)

veja também