Como encontrar o verdadeiro amor?

Como encontrar o verdadeiro amor?

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 6:32

Laura* namorou por alguns meses e esse período foi suficiente para entender que aquele rapaz era a pessoa certa para ela. A jovem nunca havia namorado alguém tão romântico, tão atencioso e aparentemente tão companheiro, a ponto de acompanhá-la em qualquer lugar, ser gentil e educado, compreensivo e amigo.

Laura achava que estava namorando a pessoa perfeita, aquela que logo logo a pediria em casamento. Até que chegou o tão sonhado 12 de junho. A data comemorativa pelo Dia dos Namorados estava sendo muito aguardada pela jovem. Tanto, que já estava se preparando junto com o amado para o grande momento da troca de presentes, passeio e jantar romântico.

Mas, foi justamente neste dia que o namorado, de uma hora para outra, resolveu terminar tudo e ingressar em outro relacionamento. Foi então que Laura caiu em depressão.  

Não é à toa que muitos entram em desespero quando se veem em uma situação de abandono pelo marido, esposa, companheiro, namorado ou namorada. A dor no coração é tamanha que a sensação sentida é de total rejeição. Sem falar na fraqueza acometida, principalmente, pela impressão (falsa, é importante ressaltar), de que nunca mais conseguirá ser feliz novamente.

Para falar mais sobre o assunto, conversamos com o pastor Marcelo Moraes, que faz inúmeros aconselhamentos na área dos relacionamentos amorosos. Ele dá dicas de como a pessoa pode encontrar  e manter o verdadeiro amor.

Busque a direção do Espírito Santo

Buscando a direção do Espírito Santo, com certeza a pessoa vai ser guiada por Ele e não errará na busca pelo seu grande amor. Nós temos na Igreja a Terapia do Amor, que orienta e ajuda os solteiros a encontrar sua outra metade.

Observe as atitudes

Através das atitudes, do comportamento e dos frutos do seu caráter, a pessoa pode saber se a outra é a certa. Além do relacionamento que a pessoa tem com Deus.

Seja sábio

A bíblia diz que a mulher sábia  edifica a sua casa e a tola a destrói com as próprias mãos (Provérbios 14:1). Então, através da infidelidade, da mentira, do egoísmo e a partir do momento em que para de sacrificar um para o outro e principalmente para Deus, a mulher e até mesmo o homem pode destruir o próprio relacionamento.

Seja racional

Em um relacionamento afetivo, o que deve falar mais alto deve ser a razão. Porque quando se age com a emoção, está sendo enganado pelo próprio coração, como fala em Jeremias 17.9: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”. Porém, quando se age com a razão, se a age com a cabeça, que pensa. É por isso que a maioria dos relacionamentos está destruída, porque a maioria das pessoas age com a emoção.

Não caia na rotina

Para que um relacionamento seja feliz e duradouro, em primeiro lugar deve haver a presença do Espírito Santo na vida do casal, porque dEle vem o verdadeiro amor. Com Ele, esse casal terá consciência de que é necessário uma renuncia diária em benefício um do outro. Também é importante manter o carinho, a confiança, uma amizade sincera um com o outro, ter diálogo e uma vida íntima ativa (para os casados). Além disso, nunca deixar o relacionamento cair na rotina.

Aja a fé

Para quem está esperando pelo verdadeiro amor, o conselho que dou é: não permita que a ansiedade tome conta, e procure agir a fé fazendo a Terapia do Amor. Porque só se colhe quando se planta.

Após fazer o tratamento, ela encontrou o seu verdadeiro amor, está casada e garante que a felicidade que tem hoje nem se compara com aquela que acreditava ter no passado.

veja também