Como evitar o ressecamento da pele no inverno

Como evitar o ressecamento da pele no inverno

Atualizado: Segunda-feira, 9 Junho de 2008 as 12

Por Myrian Rosário 

Pele cheirosa, saudável e lisinha, com certeza, é sinônimo de bem-estar. Para obter estes resultados basta recorrer ao processo de esfoliação, que removerá a camada de células mortas da pele proporcionando, assim, melhor penetrabilidade dos princípios ativos que atuarão na pele deixando-a bem hidratada.

 

No inverno, o que a pele mais precisa é de hidratação. Vento e frio provocam ressecamento e são necessárias boas doses e hidratante após o banho. Mas, para que o creme penetre e "faça efeito" é preciso, antes de tudo, remover as células mortas e "abrir caminho" para os princípios ativos. A esfoliação é o procedimento mais indicado para afinar as camadas superficiais da pele. Profissionais de estética recomendam que a esfoliação seja realizada a cada 15 dias com um produto formulado com microesferas abrasivas. Este procedimento garante uma pele sempre bem cuidada e pode ser feito até em casa.

Claro que com o acompanhamento de um profissional o resultado será ainda melhor, pois só a esteticista conhece técnicas específicas e sabe associar outros produtos que proporcionarão um resultado ainda melhor. E esse tratamento não custa muito caro. "O intervalo de 15 dias entre uma esfoliação e outra deve ser respeitado porque, como o peeling remove uma camada de células mortas da pele, é necessário um tempo de recuperação para que toda a proteção não seja removida", explica o cosmetólogo Marcelo Ariel Schulman.

Hidratar

Na hora de repor a hidratação e tornar a pele mais macia e lisinha, pode-se optar por cremes, emulsões ou óleos de banho. O importante é hidratar sempre. "No verão, a exposição solar é maior e, com isso, as pessoas utilizam cremes para se proteger de descamações que o sol pode causar. No inverno, o corpo fica menos exposto e a tendência geral é negligenciar esses cuidados após o banho", observa Schulman. "Mas o frio também é um grande vilão da pele e os mesmos cuidados devem ser mantidos e até redebrados", acrescenta o especialista.

A escolha do hidratante certo para cada tipo de pele é fundamental, lembrando que para as peles oleosas o melhor hidratante é aquele à base de gél. Para as peles ressecadas, hidratantes em creme à base de óleos. "A pele do corpo, mesmo tendo a oleosidade proporcional à do rosto, sempre será mais ressecada. Assim, torna-se necessário o uso de produtos mais enriquecidos com óleos, abrindo-se ainda a opção do uso de óleos perfumados diretamente sobre a pele", explica Schulman.

As substâncias contidas que podem ficar por mais tempo na derme são as formuladas com óleos vegetais e animais, porque são absorvidas pelas camadas superficiais da pele. "Já os óleos minerais são iguais!" afirma. "Os óleos usados para suavizar a pele são emulsões fluidas e transparentes resultantes de uma combinação entre óleos etoxilados (que têm solubilidade em água), óleo de silicone, óleos vegetais e óleos animais, como a lanolina", conclui Schulman.

veja também