Como organizar casamento de noivos que têm pais divorciados

Como organizar casamento de noivos que têm pais divorciados

Atualizado: Terça-feira, 19 Maio de 2009 as 12

Imagine décadas após litígio de guarda dos filhos, pensão, herança e outros, entre pais separados, e crescidos, os filhos decidem se casar. Como conciliar os ex-conjuges em uma cerimônia religiosa de casamento?

Esta é a árdua tarefa para os organizadores. Diz o ditado que não se deve envolver em briga de marido e mulher, quem dirá em briga de ex-marido e ex-mulher. Mas ainda assim cabe-nos tentar:

Geralmente, os pais separados já superaram o trauma da separação agindo naturalmente em um ambiente festivo. A grande dificuldade que encontramos em alguns casos, são questões litigiosas que envolvem esses familiares, e acabam por constranger os protagonistas da festa: os noivos.

Primeiramente, devemos conversar com os noivos e entender até aonde podemos tentar uma conciliação com os pais ou parentes, mesmo que por um único dia.

Se ainda assim não houver negócio entre as partes, devemos ser práticos e objetivos: afastá-los.

Esta atitude na festa é algo fácil, o difícil é contornar esta situação no religioso, onde os noivos e padrinhos são focos de atenção.

Quando temos esse conflito familiar, uma alternativa é colocar a mãe com o novo acompanhante (ou deve-se escolher um padrinho para acompanhá-la) em primeiro e o pai e sua nova acompanhante (ou esposa ou madrinha) no final ou no meio da ordem dos padrinhos.

Com discrição, devemos ficar atentos nas atitudes desses ex - cônjuges durante a festa, para evitarmos situações ainda mais constrangedoras, em um dia tão especial para os noivos, que estarão formando uma nova família.

Escrito por: Luciana Mereb   

veja também