Como Samuel...

Como Samuel...

Atualizado: Terça-feira, 1 Abril de 2008 as 12

Samuel, como profeta, foi usado pelo Senhor para fazer diferença em sua geração. Sua vida já era um milagre! Sua mãe, estéril, o consagrou a Deus antes mesmo dele nascer. Quando criança sua mãe o levou para morar no templo com o profeta Eli, a fim de que pudesse aprender o ofício sacerdotal (I Sm. 1.22-28). Samuel foi criado junto a uma família de sacerdotes que não possuíam graça diante dos olhos do Pai. A partir do verso 12, o livro começa a descrever os pecados dos filhos de Eli que eram, também, sacerdotes do Senhor. Eles comiam do sacrifício antes mesmo de ser apresentado a Deus, dormiam com as mulheres que trabalhavam nos átrios do tabernáculo, e não davam ouvidos às repreensões do pai, desobedecendo ao único mandamento com promessa: "Honra teu pai e a tua mãe, como o Senhor, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias e para que te vá bem na terra que o Senhor, teu Deus, te dá." (Dt 5.16).

Em meio a tudo isso, o jovem Samuel não se contaminava com os maus exemplos daqueles que estavam em destaque; daqueles que deveriam ser referência para sua vida. "[...] e crescia Samuel diante do Senhor." (1 Sm 2.21) "Mas o jovem Samuel crescia em estatura e no favor do Senhor e dos homens." (v. 26).  

Infelizmente, nos dias atuais, percebemos que algumas pessoas que estão em evidência, no meio evangélico, têm se corrompido. A adoração tem sido até "intensa", mas falta o principal: a unção de Deus. Se lermos o primeiro capítulo de Samuel 1 vamos perceber que o sacerdote Eli, que estava no templo quando Ana foi orar por um filho, não teve entendimento espiritual para discernir se Ana estava cheia do Espírito ou embriagada. Como homem de Deus, poderia ter percebido que as lágrimas daquela mulher eram de profunda tristeza e não de embriaguez.

Creio que nunca se vendeu tantos cd´s no Brasil como nos dias de hoje. Nunca houve uma explosão na adoração como nos últimos tempos, mas precisamos saber qual é o verdadeiro desejo do Senhor em meio a tudo isso. Deus nos chama para sermos como Samuel. Precisamos ouvir a voz de Deus e fazer a sua vontade. Ele não permite alteração em sua Palavra, e muitas vezes agimos de acordo com o que pensamos e desejamos e não de acordo com as Escrituras.  Precisamos entender que o reconhecimento virá do Eterno, por isso não precisamos agradar aos homens e nem ao nosso "eu", e para agradar ao Senhor, na maioria das vezes, vamos contrariar os dois lados: nosso eu e os homens.

A Palavra diz no verso 19 e 20 do capítulo 3 que "crescia Samuel, e o Senhor era com Ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. Todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado como profeta do Senhor."

Aleluia! Estive no VIII Congresso de Louvor e Adoração do Diante do Trono, em Belo Horizonte. E desde que voltei de lá, meu desejo é esse: ver o nome do Senhor ser glorificado por meio da minha vida. Que Ele seja exaltado, engrandecido e que eu diminua.  Transmitir a luz que emana do Senhor aonde quer que eu vá.  Não importa se na plataforma ou simplesmente no banco da igreja. Não mais viver um evangelho de aparências. Mas viver intensamente aquilo que o Pai desejou para mim, assim como Samuel. Fácil? Não foi. Não é. Não será. Mas Aquele que começou a boa obra há de aperfeiçoa-la até do dia de Cristo Jesus! E tudo isso se fará para que o seu nome, apenas o seu nome seja aclamado entre as nações para todo sempre e eternamente. Amém.

Que em seu coração, assim como no meu, possa brotar o desejo de ser um Samuel do Senhor para glória de Deus, o Pai.

Deus te abençoe,

veja também