Como ser vitoriosa no relacionamento sexual?

Como ser vitoriosa no relacionamento sexual?

Atualizado: Quarta-feira, 28 Dezembro de 2005 as 12

Como ser vitoriosa no relacionamento sexual?

Simei Gonçalves

[email protected]

Deus fez as mulheres com desejo de vencer. Na infância quando brincamos, queremos vencer os meninos, na adolescência os complexos, na juventude as conquistas e por fim quando se assume o casamento, se quer vencer como mulher, e mãe.

Tudo isso porque  não ser vitoriosa tem haver com o pecado e  não com mulheres de Deus que tem a Jesus como Senhor e Salvador. Em João 16.33, Ele disse: "Eu venci o mundo, em Romanos 8.37 o apóstolo Paulo diz que somos mais do que vencedoras porque Ele nos ama.

A grande questão é: Será que sexualmente as mulheres cristãs têm realmente sido vencedoras e felizes? Será que estão vivendo a plenitude do que Deus reservou para as que O temem? Será que podem dizer que são plenamente realizadas? Infelizmente isto não é o que a realidade tem mostrado. Uma grande maioria não pode hastear a bandeira de vitória na área sexual.

São mulheres que não vivem na verdade, mas que vegetam, que fingem estar vivendo. Frustradas, nervosas, com baixa-estima, deprimidas, insatisfeitas e por aí vai. Será que você que está lendo este artigo faz parte delas?

Deus não está contente com isto; através da sua Palavra, que orienta sobre qualquer situação, é possível encontrar meios de viver uma vida sexual vitoriosa.

O primeiro caminho é a oração. Talvez você pense: Mas eu venho orando há muito tempo são anos de decepção ou você pode pensar: se o problema é da "carne" como é que a oração vai resolver? Pensar assim mostra o quanto desconhecemos o interesse de Deus em todas as áreas da nossa vida, e por cada situação que vivemos.

É necessário desenvolver um relacionamento íntimo com Deus, ao nível de declarar as frustrações e decepções a Ele. E mais do que isto suplicar capacidade de tratarmos a questão através do diálogo de maneira sábia.

O senso comum diz que a mulher fala muito, que falam pelos "cotovelos", mas falar é diferente de se comunicar. Esta é a grande diferença.

Comunicar-se, expondo o que sentimos, o que vai dentro do coração é uma arte e uma tarefa que requer aprendizado. Quantas mulheres são tomadas pelo medo, pela tensão, pela insegurança e preferem calar, engolir as mágoas, e continuar tolerando a insatisfação, do que falar com o esposo sobre o assunto.

Para ter uma vida sexual vitoriosa temos que incluir na oração nossa debilidade em se comunicar e aí então partimos para a segunda parte, que é o diálogo.

Reinaldo Polito, grande autoridade da comunicação diz que nos comunicamos por três níveis: superficial, intelectual e emocional.

Superficial é a comunicação que acontece quando você entra no elevador, ou quando encontra um vizinho ao sair para trabalhar. Nada acrescenta.

Quando você pode emitir sua opinião sobre determinado assunto, comunica-se a nível intelectual. Mas melhor do que estas duas formas de se comunicar, é a comunicação emocional, onde o coração fala. É a que você consegue expressar tudo o que está no intimo do seu ser.

Alguns casais podem viver anos de casamento e desenvolverem apenas a comunicação artificial e intelectual, mas não desenvolvem a emocional. Não se sentem íntimos a ponto de expressarem o que realmente sentem sexualmente; embora dividam a mesma cama.

Quando Provérbio diz que a mulher sábia edifica sua casa e a tola com as próprias mãos a destrói (Pv. 14.1), compreende-se que Deus confiou a mulher à capacidade de viver sua vida conjugal, sexual saudável, vitoriosa ao saber comunicar-se; considerando que ela não só fala, mas que se comunica.

Não se acomode a uma situação pelo tempo que ela está instalada na sua vida; mas busque em Deus viver como Ele idealizou pra você. Creia que Ele vai ensiná-la como se expressar, em que momento, a melhor forma de comunicar a seu esposo suas insatisfações para que você possa hastear a bandeira de vitória no relacionamento sexual.

Leia também:

Como ser vitoriosa no relacionamento sexual? A mulher e o instinto masculino no sexo Não há relacionamento sem confiança Traí meu marido! Como saber se fui perdoada? Quando o sexo se torna ilícito no casamento  

veja também