Como superar o fim do namoro?

Como superar o fim do namoro?

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 10:12

Você já fez de tudo para o namoro dar certo, mas ele só piora. Insistir numa relação problemática, com grandes chances de fracassar, não é uma atitude prudente. Por mais que se goste da pessoa, o investimento num relacionamento assim só tende a prejudicar o casal. Portanto, neste caso, o término do namoro é a melhor opção. Mas a pergunta que vem à cabeça de todos os que estão passando por esta situação é: “como vou superar?” E isto serve tanto para aquele que decide colocar um ponto final quanto para o que recebe a notícia.

A psicanalista Tatiana Ades diz que, para superar o término de um relacionamento amoroso, é importante ter os amigos por perto. “Sair, dar risada, paquerar e ser paquerado é ótimo para que a autoestima se renove”, aconselha a especialista.

De acordo com Tatiana, o reencontro pode ser inevitável, e quando isso acontece, é necessário tentar manter a calma porque brigas “só prejudicam e fazem com que o outro fique cada vez mais distante; o adulto inteligente diz o que precisa ser dito de forma calma”, explica a psicanalista.

Por mais difícil que seja para qualquer uma das partes, é necessário saber lidar com a situação, respeitando os limites, caso contrário, a dor só vai aumentar. “Respeitar o espaço do outro, também é importante. A pessoa precisa ser adulta e seguir adiante. De nada adiantará atitudes que machucam”, destaca Tatiana Ades.

Tratamento sentimental

A Igreja Universal do Reino de Deus realiza todos os sábados, às 19h, uma reunião voltada para o tratamento do coração. A Terapia do Amor é dedicada a qualquer pessoa que esteja passando por uma situação de desespero na vida sentimental. Seja pelo fim do namoro; noivado; casamento; traição ou rejeição por parte da pessoa amada; ou até mesmo para quem deseja buscar em Deus a orientação para encontrar o parceiro ideal.

O bispo Edir Macedo, fundador e líder da Igreja Universal, afirma que a Terapia do Amor é a reunião mais necessária da igreja. “Ela é mais importante até do que o culto de domingo pela manhã, porque aos domingos a pessoa está resolvendo os seus problemas. Aos sábados, elas vão se preparar para fazer surgir uma nova geração que não vai gemer da mesma forma como a atual está padecendo por causa de maus casamentos. Eu duvido que uma pessoa orientada de acordo com a Palavra de Deus tenha sua família destruída”, afirma.  

veja também