Confira dicas para presentear as crianças

Confira dicas para presentear as crianças

Atualizado: Segunda-feira, 11 Outubro de 2010 as 10:45

Acompanhe as orientações do especialista em educação financeira Álvaro Modernell, autor de “Zequinha e a Porquinha Poupança” e “O Pé de Meia Mágico” (ambos da Editora Mais Ativos), entre outros.

Evite que os brinquedos demandem gastos posteriores, como os que necessitam de acessórios, refis e pilhas, além de álbuns e coleções. Estimule jogos que ajudem na socialização, no desenvolvimento e na diversão coletiva. Prepare-se para participar quando convidado. Acrescente livros ao presente principal. Priorize os educativos, mas vale perguntar para as crianças sobre o que gostariam de ler. O importante é incentivar o hábito da leitura. Essa é uma boa hora para abir uma conta poupança para os filhos. Não importa o valor a ser depositado; o que vale é viabilizar um lugar onde eles possam depositar suas economias e esperanças. Exemplos são os melhores instrumentos de educação. Diga não às falsificações, aos brinquedos que estimulem a violência, aos produtos sem selos de certificação da categoria e aos que não respeitam a natureza. Lembre-se de que muitas crianças, especialmente as menores, curtem mais as embalagens – caixas, papéis, isopor – do que os brinquedos. Pondere isso antes de comprar brinquedos caros. Além do preço, verifique qualidade e durabilidade dos produtos. Lembre-se de que o barato pode sair caro.

Acompanhe as orientações do especialista em educação financeira Álvaro Modernell, autor de “Zequinha e a Porquinha Poupança” e “O Pé de Meia Mágico” (ambos da Editora Mais Ativos), entre outros.

Evite que os brinquedos demandem gastos posteriores, como os que necessitam de acessórios, refis e pilhas, além de álbuns e coleções. Estimule jogos que ajudem na socialização, no desenvolvimento e na diversão coletiva. Prepare-se para participar quando convidado. Acrescente livros ao presente principal. Priorize os educativos, mas vale perguntar para as crianças sobre o que gostariam de ler. O importante é incentivar o hábito da leitura. Essa é uma boa hora para abir uma conta poupança para os filhos. Não importa o valor a ser depositado; o que vale é viabilizar um lugar onde eles possam depositar suas economias e esperanças. Exemplos são os melhores instrumentos de educação. Diga não às falsificações, aos brinquedos que estimulem a violência, aos produtos sem selos de certificação da categoria e aos que não respeitam a natureza. Lembre-se de que muitas crianças, especialmente as menores, curtem mais as embalagens – caixas, papéis, isopor – do que os brinquedos. Pondere isso antes de comprar brinquedos caros. Além do preço, verifique qualidade e durabilidade dos produtos. Lembre-se de que o barato pode sair caro.

veja também