Conheça os mitos e verdades do protetor solar

Conheça os mitos e verdades do protetor solar

Atualizado: Quarta-feira, 29 Outubro de 2008 as 12

Para orientar as pessoas que estão programando suas férias no litoral, a dermatologista Paula Bellotti - membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Socieétè Française Dermatologie - elaborou um roteiro prático sobre os mitos e verdades do protetor solar. A especialista alerta que por falta cultura e até mesmo informação, a maioria da população ainda desconhece os riscos da exposição prolongada e inadequada da pele aos raios ultravioletas. Queimaduras, bolhas, vermelhidão, sardas, envelhecimento precoce (rugas, manchas e flacidez) e, em casos mais graves, o câncer de pele são alguns dos problemas que o sol pode causar a saúde e bem-estar das pessoas.

O protetor solar deve ser aplicado todos os dias

Verdade. O protetor solar é o melhor aliado da saúde da pele. Por falta de cultura e até mesmo informação, a maioria das pessoas só aplica o filtro solar quando estão expostas diretamente aos raios solares, ou seja, durante as férias na praia. Porém, ele deve ser usado diariamente, mesmo nos dias nublados, com FPS 15 no mínimo.

Assim como a pasta de dente e o fio dental, por exemplo, o protetor também deve fazer parte da sua rotina de higiene e beleza. Você deve estar pensando: Dra. desculpe, mas como não tenho o hábito e sempre estou atrasada com certeza vou esquecer. Para isso, tenho uma dica bem interessante, prática e muito simples. Deixe o produto em local visível ou próximo de seus itens pessoais. Isso irá ajudá-la a começar a ter disciplina.

O protetor solar deve ser aplicado uma vez por dia

Mito. O protetor deve ser aplicado 30 minutos antes de sair de casa e reaplicado a cada duas horas ou sempre que houver necessidade. No dia-a-dia, passe o produto nas regiões que ficam mais expostas ao sol (rosto, pescoço, colo, braços e mãos) e quando estiver na praia em todo o corpo. Não se esqueça que depois naquele mergulho ou após secar a pele com a toalha você deve proteger a pele novamente.

O sol causa problemas de pele

Verdade. Os primeiros problemas da falta do uso de protetor solar são as queimaduras. Depois temos a vermelhidão, bolhas, sardas, manchas, rugas e flacidez. Estudos apontam que 90% dos casos de envelhecimento da pele do rosto é conseqüência do abuso da exposição ao sol, e não pela idade.

A exposição solar causa câncer

Verdade. A exposição solar prolongada e de maneira inadequada pode causar câncer. No caso o câncer de pele -considerado o tumor de maior incidência no Brasil. Por isso, os cuidados com a pele devem começar na infância a partir dos seis meses. Este simples cuidado diário pode reduzir as chances de se contrair a doença em até 85%.

Posso tomar sol o dia inteiro com protetor solar

Mito. Os horários recomendados para se expor ao sol são antes das 10h00 e após as 16h00. Mas, sempre com proteção adequada.

O protetor deve ser aplicado apenas quando estiver na praia

Mito. A recomendação é aplicar o produto sempre 30 minutos antes de sair de casa.

Pessoas com pele seca e oleosa podem usar o mesmo tipo de protetor

Mito. Pessoas de pele seca devem usar protetor solar mais oleoso e aquelas com pele mais oleosa devem optar por um protetor de tipo mais cremoso.

Pessoas com pele muito clara tendem a ficar vermelhas. Isso é sinal que irão ficar bronzeadas

Mito. Pessoas com este fototipo tendem a não ficarem bronzeadas, por causa da baixa presença de melanina. Por isso, quando expostas ao sol sem proteção adequada ficam com a pele avermelhada. A orientação é aplicar um filtro com FPS mais alto.

Posso usar loções auto-bronzeadoras ao invés de protetores solares

Mito. As loções auto-bronzeadoras tem propriedades especificas e não protegem a pele da radiação solar. A proposta deles é apenas tonalizar a pele, deixando-a com tom mais bronzeado.

Quando a pele fica vermelha é sinal que ficará bronzeada

Mito. Isso é sinal de insolação e queimadura. Quando a pele apresentar vermelhidão, bolas e estiver ardendo procure imediatamente um dermatologista. Além disso, suspenda o uso de cosméticos para não agravar o quadro.

Protetores solares com FPS acima de 30 funcionam

Verdade. Os protetores com FPS superior a 30 são considerados de alta proteção.

A pele morena e clara não deve usar o mesmo tipo de protetor

Verdade. Cada tipo de pele tem uma característica e por isso devem usar produtos diferentes.

As pessoas com acne não devem usar protetor solar para não deixar a pele mais oleosa

Mito. Todas as pessoas devem aplicar o protetor solar. Após a exposição solar a acne apresentar um aspecto melhor, ou seja, ela seca. Porém, se a pele não estiver devidamente protegida o quadro de infecção pode ser agravado. O ideal são os produtos a base de gel ou oill free.

No dia-a-dia devo passar uma pequena quantidade do produto no rosto

Mito. A quantidade recomendada para aplicar o protetor no rosto é de 2,5g, ou seja, uma colher de chá.

Após a exposição solar devo hidratar a pele

Verdade. Os cremes hidratantes têm a função de devolver a umidade natural da pele. O ideal é utilizar um hidratante pós-sol, pois são hipoalergênicos, não causam alergia, além de terem ação calmante e refrescante que aliviam o desconforto das queimaduras de grau leve.

Hidratar a pele evita o descascamento da pele e mantém o bronzeado

Verdade. Além de restaurar a umidade da pele, o hidratante auxilia na prevenção de queimaduras e evita o ressecamento, ou seja, o descascamento.

Hidratantes com FPS podem substituir o protetor solar

Verdade. Atualmente, existem vários cremes com essa finalidade, os chamados multifuncionais. Eles têm mais de uma indicação num mesmo produto. Por exemplo: hidratantes com FPS, protetores solares com ação anti-fotoenvelhecimento ou hidratante.

Devo aplicar protetor sob a tatuagem

Verdade. O sol é o inimigo numero um no desbotamento das tatuagens. O ideal é procurar um especialista para indicar o melhor produto.

Mesmo com protetor devo usar óculos de sol, chapéu ou boné

Verdade. Este tipo de acessório reforça a proteção da pele. O mercado, inclusive, dispõe de roupas, luvas e viseiras com FPS.

Seguindo as orientações sobre os horários recomendados para se expor ao sol e o uso correto do protetor e do hidratante consigo prorrogar o bronzeado

Verdade. A primeira dica é não querer conquistar o bronzeado do verão em um único dia. Ele deve ser feito de maneira gradual e com proteção, pois a ação dos raios solares no funcionamento da melanina só acontecerá após 48 horas da primeira exposição da pele.

veja também