Cresce atendimento na central que dá apoio a mulheres agredidas

Cresce atendimento na central que dá apoio a mulheres agredidas

Atualizado: Sexta-feira, 22 Janeiro de 2010 as 12

A Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180) registrou um aumento no número de atendimentos. A central, vinculada à Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), registrou 401.729 atendimentos, de janeiro a dezembro de 2009. O número significou um aumento de 49% em relação ao ano de 2008 (269.977). Parte significativa desse total deve-se à busca por informações sobre a Lei Maria da Penha, que registrou 171.714 atendimentos, contra 117.546, em 2008.

Dos 40.857 relatos de violência, a maioria dos agressores são os próprios companheiros. Do total desses relatos, 22.001 foram de violência física; 13.547 de violência psicológica; 3.595 de violência moral; 817 de violência patrimonial; 576 de violência sexual; 120 de cárcere privado; 34 de tráfico de mulheres; 8 de negligência; e 154 outros. Na maioria das denúncias/relatos de violência registrados no Ligue 180, as usuárias do serviço declaram sofrer agressões diariamente (70%).

veja também