Cuidado com a cárie de mamadeira.

Cuidado com a cárie de mamadeira.

Atualizado: Segunda-feira, 2 Maio de 2011 as 10:17

Atire a primeira pedra os papais que nunca tiveram peninha de acordar seu filho que está gostosamente dormindo no sofá para escovar os dentes.

Alguns simplesmente colocam o pequeno no colo e levam direto para a cama sem dar uma passadinha pelo banheiro. Ou quando passa pelo banheiro é apenas para a criança fazer pipi.

Esse descuido pode trazer dor de cabeça futura. Ou melhor, dor de dente. A falta de escovação dos dentes é tudo o que a cárie mais gosta.

A "cárie de mamadeira" é a que mais se encontra em crianças de até 5 anos. Por que "cárie de mamadeira"? É aquela mamada para dormir. Toma a mamadeira e dorme, sem escovar os dentes.

Logicamente que não precisa ser só de mamadeira. Pode ser uma mamada no peito ou mesmo tomar o leite no copo. Acontece que o aconchego do colo da mamãe durante a mamadeira ou o peito faz com que a criança durma mais facilmente do que a criança que toma o leite no copo.

Esse esquecimento na hora de passar com o filho pelo banheiro é uma atitude muito inadequada por parte dos pais. Mesmo que a criança tenha tomado só um copo de leite ou mesmo ainda que tenha sido amamentada a higienização da boca deve ser realizada sempre. O leite materno pode causar cárie, sim!

Muitos odontopediatras (dentistas de crianças) acreditam que a bactéria que ocasiona a cárie dentária é uma doença infecciosa e transmissível. Outros já não acreditam na transmissibilidade.

Recadinhos - Algumas dicas dos profissionais que acreditam que a cárie é transmissível é não beijar a boca dos bebês. Não assopre ou mesmo experimente a comida na mesma colher que se oferece para a criança. São nesses momentos que as bactérias encontradas na boca da mamãe organizam "caravanas" para a boca do pequeno.

Mesmo os pequeninos que ainda não apresentam dentes devem ter a região oral higienizada. Após as mamadas, deve-se passar uma gaze umedecida em água fervida e filtrada por toda boca do bebê: língua, gengiva e bochechas.

Dicas

Papais devem supervisionar a escovação das crianças ao menos três vezes ao dia (manhã, almoço e jantar). Creme dental com gosto bom pode facilitar o aprendizado da criança com a escova.

Evite que as crianças consumam em exagero balas, doces, chocolates e refrigerantes, principalmente entre as refeições. Melhor é oferecer esse tipo de alimento como sobremesa, higienizando logo após;

A visita ao odontopediatra deve acontecer a cada 6 meses para tratamento preventivo como aplicação de flúor e orientação aos pais.

veja também