Deixe a imagem de estudante para se tornar um profissional

Deixe a imagem de estudante para se tornar um profissional

Atualizado: Sábado, 28 Novembro de 2009 as 12

Fim da faculdade. Época de deixar para trás as conversas diárias com os colegas no intervalo, os trabalhos em grupo nas casas dos amigos e as tão temidas provas. Agora, chega uma nova fase da vida, a de deixar de ser estudante para passar a ser profissional.

E a busca por uma vaga no mercado de trabalho exige que se faça alguns esforços. "Para conseguir emprego no mundo real, você precisa ter as ferramentas, os hábitos e o profissionalismo esperados no mundo real", ressalta Lindsey Pollak em seu livro "Da escola para o mercado de trabalho: 90 dicas para conseguir um bom emprego" (Summus Editorial).

Isso significa cuidar da sua imagem real (como se vestir, falar, agir), mas também da virtual, que são seus rastros deixados pela internet, em comunidades de amigos, blogs, microblogs e outros.

Confira as dicas!

Confira abaixo as dicas dadas por Lindsey para quem quer deixar a imagem de estudante para passar a ser um profissional:

"Use meios de contato adequados": em seu telefone, deixe um recado mais sério na caixa postal; no e-mail, nada de endereços com piadinhas, prefira usar seu nome; na mensagem de e-mail, personalize uma assinatura.

"Mande e-mails como profissional": use corretamente a língua portuguesa, não use emoticons, não abuse dos pontos de exclamação, não deixe o campo de assunto em branco, releia as mensagens importantes mesmo depois de ter conferido a ortografia, deixe o endereço do destinatário por último (para não mandar antes de checar), não mande mensagem instantânea e não encaminhe piadas.

"Providencie cartões": mesmo que ainda não esteja trabalhando, é interessante ter um cartão com seu nome, número do telefone (pode ser um celular) e o endereço de e-mail profissional. Vale também, se ainda está na faculdade, colocar o ano da graduação e o nome da instituição.

"Limpe sua imagem na internet": nem sempre você pode controlar as informações a seu respeito na internet. Mas, se algum amigo colocou algo que possa lhe prejudicar, peça para retirar. Tente rastrear todas essas informações, já que é inocência pensar que os recrutadores não atentam a isso.

"Brilhe na web": tente disseminar coisas positivas sobre você na internet e faça trabalhos que possam ser vistos pela rede mundial, como artigos e resenhas.

"Conheça a sua área de atuação": a principal dica de Lindsey é leia diariamente um jornal, hábito que será útil não só durante a procura do primeiro emprego, mas também na pesquisa de empregos futuros e pelo resto da sua carreira. Assim que escolher a carreira que quer seguir, comece a ler sobre o setor e as pessoas de destaque que atuam nele. Use também publicações específicas e sites relacionados ao setor.

Por: Flávia Furlan Nunes

veja também