Do outro lado: um casamento chinês

Do outro lado: um casamento chinês

Atualizado: Quinta-feira, 11 Novembro de 2010 as 3:42

Um envelope. Junto, um pacotinho que continha balas, chocolates e amêndoas. Dentro, um convite de casamento. É assim que começa minha aventura de ir a um casamento chinês. O convite tinha mais um detalhe: o horário da cerimônia. Ela estava marcada pra começar em tal hora e dezoito minutos. Nossa, que específico! Mas é que, para eles, o número 8 dá sorte.

Perguntei como as pessoas aqui se vestiam e me disseram que eu não precisava me preocupar com isso, podia ir com qualquer roupa, de qualquer cor. Como era em um lugar chique, escolhi o que eu usaria em um casamento no Brasil (e o marido de terno) mas quando chegamos lá, o primeiro choque cultural: as pessoas não vão de “roupa de casamento”, nem mesmo uma roupa mais arrumadinha, tinha gente de calça jeans e tênis. Uau. Nem os pais dos noivos estavam muito diferentes do dia-a-dia.

O noivo estava de terno (ufa!) e a noiva, para compensar todos os convidados, entrou com um vestido branco enorme, bem estilo princesa. E isso foi só o começo, pois ela trocou o vestido ocidental por um vermelho, tradicional de casamento chinês, no meio da festa. No fim da festa, ainda trocou mais uma vez de roupa, dessa vez um longo roxo (e também mudou o cabelo!).

Fora o fato de não ter sido na igreja (acredito que ainda o mais comum no Brasil) todo o resto foi bem parecido: os votos (sem padre, só um mestre de cerimônias), a troca de alianças, o buquê para as solteiras (com direito a muitos solteiros também irem tentar pegar só de palhaçada), o bolo de vários andares, o jantar… Bom, na verdade o jantar daria um post a parte com toda a diferença da culinária e etiqueta chinesa à mesa.

No telão, uma coisa que também vi bastante em casamentos no Brasil: um vídeo com a história do casal. Dentre as fotos mostradas, uma me chamou muito a atenção: a mãe do noivo, quando se casou há 20/30 anos, também usou um vestido branco, bem estilo ocidental!

De presente, todos os convidados dão dinheiro dentro de um envelope vermelho e – detalhe – as notas devem ser novas, nada de dinheiro sujo ou velho. Pelo que percebi, todo mundo dá o presente meio escondido para o noivo. A família dos noivos, durante a festa, oferece maços de cigarros para os fumantes (que horror!) e todo mundo também ganha de lembrancinha uma caixinha com balas e chocolates para levar pra casa.

Não tem uma baladinha depois do jantar, então quando acaba a comida (mas é muita comida, gente), acaba a festa e todo mundo vai embora junto. Pena que acaba cedo, né?

veja também