Dois querem, Deus abençoa

Dois querem, Deus abençoa

Atualizado: Terça-feira, 20 Agosto de 2013 as 2:13

casal - amor"Por essa razão, deixa pai e mãe, une-se e tornar-se uma só carne."
 
Há uma razão para que o Criador defina que o homem (mas serve à mulher também), deixe pai e mãe para se unir e se tornar uma só carne; e ela é registrada imediatamente antes. Quando acorda do sono, o homem vê a mulher e declama uma poesia apaixonada: "esta é osso dos meus ossos e carne da minha carne". Até que enfim o homem viu uma semelhante em toda a criação.
 
Antes, ainda, o próprio Criador havia afirmado que não era bom que o homem vivesse só, que precisava de uma semelhante. Cria a mulher e apresenta ao homem, que faz sua declaração de amor.
 
E por essa razão, por ter desejado a mulher, o Criador os une. Primeiro um homem e uma mulher se apaixonam, depois Deus abençoa.
 
Deus não é cupido, Ele não faz ninguém se apaixonar por ninguém. Pessoas se olham e se desejam e por esta razão Deus os abençoa, determinando um jeito saudável de se unirem. Sobre esse jeito, devo falar mais num próximo texto.
 
De fato, quando dois querem, conseguem se casar, mas quando um pelo menos não quer, não há casamento.
 
 
- Alexandre Robles
 

veja também