Educação financeira e férias: é possível usar o passeio para falar de dinheiro?

Educação financeira e férias: é possível usar o passeio para falar de dinheiro?

Atualizado: Quarta-feira, 7 Julho de 2010 as 2:54

Férias é sinônimo de descanso, passeio e diversão. Mas, para que tudo ocorra de acordo com o esperado, é importante um bom planejamento, inclusive financeiro, durante a viagem.

Será que o dinheiro vai ser suficiente? Se eu gastar isso agora, terei o valor necessário para o passeio de amanhã? Criar uma consciência financeira nas crianças e nos adolescentes, ensinando-os a administrar os gastos em uma viagem, pode ser uma forma até prazerosa de aliar a educação financeira com a diversão.

"A lição de controlar os gastos desde cedo é levada para o resto da vida", afirma o vice-presidente da Confidence Câmbio, Paulo Della Volpe.

Educação financeira

Em viagem com os pais, a tarefa de controlar os gastos geralmente fica com os responsáveis. Mas e quando os adolescentes partem para a "primeira aventura solo"?

Atenção a algumas dicas que podem ajudar na educação financeira dos filhos e a garantir a tranquilidade dos pais durante as férias:

Defina um valor de gastos diários - com uma estimativa de gastos fica mais fácil definir como levar o dinheiro.

Opte por meios de pagamentos seguros - em viagens internacionais, levar muito dinheiro em espécie não é muito seguro. Separe uma quantia em espécie e opte por cartões de crédito ou os pré-pagos de viagens. Estes últimos, inclusive, funcionam na função débito e permitem fazer saques em moeda estrangeira, sem o impacto da variação cambial.

Crie uma planilha de gastos - antes do embarque, ensine ao seu filho a rotina de controlar os gastos, anotando todas as despesas e descontando do montante. O objetivo é saber exatamente para onde vai o dinheiro e controlar o que sobra para os próximos dias.

Crie a consciência de prioridade - ensine que, se todo o dinheiro for gasto em um único item, não sobrará nada para outras despesas. Saber priorizar gastos e definir como e quando gastar pode fazer a diferença na hora de usar o dinheiro destinado ao passeio. Planejar é a palavra de ordem!

Controle mágico

Nas férias de meio de ano, por exemplo, um destino muito tradicional de adolescentes brasileiros em viagens desacompanhadas são os parques temáticos dos Estados Unidos e da Europa.

De olho nesse público, a Confidence Câmbio lançou a campanha "Magic Control", na qual oferece um guia com orientação para despesas, com dicas de consumo consciente e planilha de gastos. O objetivo é estimular o jovem a controlar os gastos no dia-a-dia, minimizando o risco de ficar sem dinheiro antes do previsto, além de incentivar a independência financeira em seus gastos no exterior.

A campanha é voltada para quem adquire o cartão pré-pago Confidence Travel Card (VTM). Segundo a empresa, a utilização do cartão, associada a uma planilha para controlar os gastos, permitirá que, de uma maneira simples e divertida, os jovens aprendam a administrar o dinheiro disponível para a viagem, com segurança e tranqüilidade. "Além disso, o VTM permite visualizar os saldos pela internet, o que também tranquiliza os pais, que podem acompanhar os gastos lá fora", completa o vice-presidente da empresa.

Por: Patricia Alves

veja também