Estou tão estressado!

Estou tão estressado!

Atualizado: Terça-feira, 26 Janeiro de 2010 as 12

Jaime Kemp

O estresse tem sido definido como um mecanismo fisiológico interno que reage a situações adversas que agridem o equilíbrio. Todos nós já passamos por situações de estresse. Quanto mais a vida exige de nós, mais estressados nos tornamos ao procurar "dar conta" de todos nossos compromissos.

Estamos cercados por inúmeras fontes de estresse. Os problemas cotidianos criam e chegam a nos forçar a viver em um estado constante de pressão. Nossos relacionamentos familiares são, muitas vezes, também permeados de tensão. A convivência com temperamentos difíceis contribui para nos estressar. Personalidades agressivas e competitivas, seja no convívio familiar, no local de trabalho, na escola, na igreja acirram sentimentos de disputa, deixando assim todo o ambiente tenso.

Nesta época em que vivemos, somos super estimulados e pagamos por isso um alto preço físico e emocional. Os sistemas de nosso organismo – coração, cérebro, sistema nervoso, fígado, rins e até nosso sistema de imunidade estão diuturnamente em estado de alerta para assimilar toda e qualquer mudança.

Os efeitos do estresse no mundo corporativo se fazem sentir pelo alto número de executivos que acabam se afastando de suas funções por não conseguirem resistir à pressão. As causas são as mais variadas e vão desde opção, dispensa, afastamento médico, demissão e até morte. Homens e mulheres esgotados naturalmente encontram dificuldade para viver em paz e em harmonia, afetando também a vida de seus familiares.

Deus não planejou que vivêssemos uma vida tão estressada. Em 1 Pedro 5.6-7 ele exorta: "Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido. Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês".

1º Recurso antiestresse

"Humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus". Pedro nos deixou essa preciosa dica. A obediência a Deus é uma das formas de reduzir o estresse. Ele sabia que não há como ter paz fora da vontade de Deus, seja no aspecto moral ou ético. Quanto mais nos afastamos de Deus, mais perto chegamos da frustração, da ansiedade e do medo. Quando nos humilhamos, somos levados ao ponto em que temos de confiar em Deus quanto a inevitáveis pressões da vida e aguardar que ele mude as circunstâncias. Obediência ao Senhor, então, é um componente-chave para reduzir o nível de estresse.

Por exemplo, quando os maridos não amam suas esposas como Cristo amou a igreja, ou quando as esposas não tratam seus maridos com respeito, o lar fica envolto por um clima de estresse. A tensão passa a permear quando os filhos são desobedientes, e também quando os pais ignoram os princípios bíblicos de disciplina. Quem sonega Imposto de Renda gasta muita energia se preocupando e com medo de ser descoberto por alguma auditoria.

Pedro nota que a desobediência também parte do desejo de alguém se tornar o que não é. O empenho em achar formas eficientes de autopromoção traz muito estresse. Como isso se processa? No esforço para se atingir sucesso, fama e riqueza, corremos riscos desnecessários. Tomamos decisões apressadas, às vezes até ignorando recomendações recebidas. Esse tipo de comportamento aumenta consideravelmente o nível de tensão e estresse em nossas vidas.

2 º Recurso antiestresse

Reconhecer sua soberania: "... para que ele os exalte no tempo devido". Deus é soberano. Ele exalta, no tempo dele e depois que nos humilhemos. Ele quer usar nossa disponibilidade, energia, talentos e dons para sua glória. Quantas e quantas vezes acabamos ficando estressados porque tentamos resolver as coisas do nosso modo e em nosso tempo?!

3º  Recurso antiestresse

"Lancem sobre ele...": Pedro, que vivia estressado, acabou aprendendo a lidar com o estresse. A terceira dica então é: "Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês". Este verbo – lançar, é literal. Significa, exatamente, jogar em cima do Senhor os causadores do nosso estresse, ou seja, nossos medos, preocupações e ansiedades. Essa entrega significa que você está dando para Deus acesso a áreas de sua vida sobre as quais você possui muito pouco, ou nenhum controle. Deus cuida de nós, de mim e de você (como diz o versículo) e não deseja que fiquemos à mercê do estresse.

4º  Recurso antiestresse

"Não andem ansiosos por coisa alguma... apresentem seus pedidos a Deus" Paulo, que também passou por inúmeras situações estressantes, nos deixou mais formas de como lidar com o estresse: "Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês, em Cristo Jesus" (Filipenses 4.6,7).

Em suma, ele está dizendo que devemos levar a Deus tudo que nos causa estresse.

Depois de Pedro e de Paulo, vamos ver como o próprio Jesus lidava com o estresse. Temos registro de que, quando ele contemplava as multidões percebia nelas um alto grau de estresse. Ele sentia o abandono espiritual e emocional em que se encontravam: "Ao ver as multidões teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor" (Mateus 9.36). Jesus as atendia, mas não ficava só no atendimento, ele retirava-se para orar por elas: "... Jesus retirava-se para lugares solitários, e orava" (Lucas 15.16).

Como família devemos seguir o exemplo de nosso mestre: marido e esposa devem orar um com o outro e com os filhos. Como família, cultivem o hábito de compartilhar seus fardos, situações de estresse e tensão. Repartir a carga e juntos levá-la ao Senhor fornece o maior alívio de alma que pode existir.

Se a sua família estiver no momento atravessando algum tipo de estresse lembre-se de utilizar "os recursos antiestresse" que Deus nos deixou; compartilhem as cargas uns com os outros, e juntos levem-nas ao Deus do impossível, que tem cuidado de nós!

Jaime Kemp é doutor em ministério familiar e diretor da Sociedade Religiosa Lar Cristão. Foi missionário da Sepal por 31 anos e fundador da missão Vencedores por Cristo. É palestrante internacional e autor de 40 livros. Casado com Judith, é pai de três filhas e avô de dois meninos.

Sugestão de leitura

101 Idéias criativas para família, David e Carol Sue Merkh - Editora Hagnos

veja também