Gestação não altera a satisfação sexual nas mulheres

Gestação não altera a satisfação sexual nas mulheres

Atualizado: Sexta-feira, 13 Novembro de 2009 as 12

A satisfação sexual não é alterada na gravidez para a maioria das mulheres, em comparação com os padrões pré-gravídicos, apesar de um declínio na atividade sexual no terceiro trimestre, segundo estudo português publicado no Journal of Sexual Medicine.

Especialistas do Hospital Universitário Santa Maria, de Lisboa, avaliaram as alterações na percepção e atividade sexual durante a gravidez, determinando as disfunções características do período. E descobriram que quase metade das gestantes não apresenta alterações na satisfação sexual.

No estudo, foi solicitado que mulheres grávidas completassem um questionário não-identificado no momento de alta hospitalar. Mais de 180 mulheres com idades entre 17 e 40 anos foram analisadas.

O primeiro trimestre foi considerado o período com maior frequência de atos sexuais (44,7%), seguido pelo segundo trimestre (35,6%), enquanto 55% das mulheres relataram diminuição da atividade sexual no terceiro trimestre.

As análises mostraram que o medo da relação sexual foi relatado por 23,4% das mulheres, a satisfação sexual não foi alterada para 48,4% e diminuiu para 27,7% das entrevistadas. O desejo sexual esteve inalterado em 38,8% e diminuído em 32,5% da população.

E como anda você?

veja também