É hora de brincar!

É hora de brincar!

Atualizado: Quarta-feira, 1 Abril de 2009 as 12

Fazer com que uma criança vá brincar não é das tarefas mais difíceis, não é mesmo? E descobrir que o seu filho só tem a ganhar com algumas atividades, vai fazer você pensar bem antes de mandá-lo guardar os brinquedos ou dispensar o amiguinho que veio jogar bola no quintal.

É claro que tudo tem seu limite, mas quando se conhece a funcionalidade de tarefas que antes pareciam meramente recreativas, tudo fica mais fácil de entender. Que fique bem claro, em primeiro lugar, que não se trata de jogos de vídeo game ou computador, mas sim de interação e criatividade. "Brincadeiras lúdicas perdem cada dia mais espaço na vida das crianças, que já são preparadas desde cedo a se tornarem profissionais vencedores", exemplifica José Raimundo Lippi, coordenador da Residência de Psiquiatria Infantil da Faculdade de Medicina da UFMG".

Para não encurtar a infância de seu filho, estimule que o pequeno fabrique bonecos de legumes com as próprias mãos, produza roupinhas com retalhos de pano e tenha contato com livros de todo o tipo. "Mesmo aqueles feitos de materiais diferentes e apenas com figuras são úteis para as crianças se acostumarem com o objeto e as histórias", explica o psiquiatra.

A lista torna-se ainda mais extensa se você enumerar brincadeiras que gostava de fazer durante a sua infância, e entre elas algumas bem simples como correr livremente em um parque com os amiguinhos ou um mero jogo de pega-pega.

Sem dúvida essas sensações ficam bem melhores quando acompanhadas de um bicho de estimação. Além de toda criança adorar ganhar um cachorro, ela vai aprender desde cedo a ter responsabilidade, mas com leveza.

veja também