Indivíduos com dificuldade de expressão não conseguem se envolver totalmente

Indivíduos com dificuldade de expressão não conseguem se envolver totalmente

Atualizado: Sexta-feira, 27 Fevereiro de 2009 as 12

Para muitas pessoas, não há nada mais penoso do que se expressar ou demonstrar sentimentos. Essa dificuldade pode levar o indivíduo a se isolar e a se sentir como se afastasse os outros de seu convívio, provocando tristeza e solidão. De acordo com o psicólogo Thiago de Almeida, esse comportamento está ligado à timidez e à inibição.

"Há vários motivos que levam algumas pessoas a agir dessa forma. Muitas vezes um bloqueio psicológico acontecido na infância, como abusos (sexual/moral), constrangimentos, perdas de pessoas próximas/queridas, rejeição, medo, abandono, falta de carinho, afeto, etc.", afirma.

O especialista revela que a personalidade também pode contribuir para a dificuldade em demonstrar sentimentos. Se ela estiver relacionada a um bloqueio, a dificuldade será potencializada. "As pessoas acabam tentando esconder os sentimentos dela mesma, fingindo que são felizes, equilibradas ou até mesmo acreditando que são assim", completa.

Uma pessoa que tem dificuldades em demonstrar sentimentos tem a sensação de que a todo momento está sendo observada e que todos estão percebendo o que está sentindo. O dr. Thiago de Almeida explica que essas pessoas temem que seus sentimentos possam ser tachados de ridículos, banais, alvo de deboche.

Mesmo atingindo tanto o sexo masculino quanto o feminino, o psicólogo ressalta que os homens são os que mais sofrem com esse problema. "Vivemos numa sociedade machista, na qual a todo custo a força e a virilidade, na interpretação de muitos, não caminham de mãos dadas com a emoção", lamenta.

Apesar de não ser uma doença, viver desta forma não é nada agradável. De acordo com o dr. Thiago, quando síndromes e distúrbios estiverem atrapalhando o convívio familiar, profissional e social e a própria pessoa perceber que está na hora de tentar mudar, deve procurar um especialista.

veja também