Jonas Brothers e Miley Cyrus influenciam a sua geração com valores cristãos

Jonas Brothers e Miley Cyrus influenciam a sua geração com valores cristãos

Atualizado: Segunda-feira, 26 Janeiro de 2009 as 12

Ela é uma adolescente como qualquer outra, tem paqueras, crises de auto-estima, não desgruda de sua amiga Lilly Truscott e concilia uma carreira artística secreta, essa é Hannah Montana, interpretado por Miley Cyrus, 16 anos. O seriado americano foi  criado em 2006 e tem conquistado muitas crianças e pré-adolescentes. A identificação de seu público vai além das telinhas da TV, a vida real de Miley captura olhares e influencia garotos e garotas.

Eles são irmãos, filhos de pastor,  já venderam 500 mil cópias de seu último álbum pop rock, intitulado "Jonas Brothers", nos Estados Unidos. Kevin, Joe e Nick Jonas também são modelos de atitudes e estilos para a geração teen, tornaram-se mais populares em 2007, quando fizeram participações especiais em Hannah Montana.

A adolescência é uma fase da vida onde há significativas mudanças tanto físicas como psicológicas, é quando as responsabilidades são assumidas, os investimentos intelectual e pessoal são feitos com ênfase. É natural que nesse momento haja uma procura por uma identificação com  algo externo de si mesmo, por isso algumas celebridades, também jovens, são tão imitadas.

A banda "Jonas Brothers" e Miley Cyrus compõem essa  lista de exemplos, porém a fé cristã que professam os diferenciam dos demais integrantes. Miley já foi fotografada, juntamente com sua família, saindo de um culto, possui vídeos no YouTube onde responde algumas perguntas, dentre elas uma sobre sua fé. " Amamos Jesus... eu canto, danço, atuo para Jesus", afirma. Já Kevin, Joe e Nick emitem uma mensagem anti-drogas em seus shows, procuram não chamar a atenção da imprensa com escândalos que possam colocar em crédito seus princípios e valores. Tanto Miley quanto Jonas Brothers adotaram o "Anel de Prata" como símbolo da pureza sexual, esse objeto expressa a intenção desses jovens em preservar a castidade até o casamento. Esse anel foi adotado por muitos fãs desses adolescentes, mesmo os não cristãos.

O Portal Guia-me entrevistou o pastor Gerson Freire, representante oficial do movimento "Anel de Prata" no Brasil, que falou sobre a influência que esses adolescentes causam em sua geração.

Influência das "celebridades" teens, como Jonas Brothers e Miley Cyrus

A adolescência é um momento em nossa vida onde procuramos modelos. É nessa época que estamos formando nossa "identidade". Eu entendo a formação de identidade não pelo viés Fruediano, que praticamente condena a personalidade de alguém como fruto do subconsciente dos primeiros anos de vida. É nesse momento de nossa existência, chamado de adolescência (conceito esse criado para divisão mercadológica dos níveis de consumidores), que a pessoa encontra e alinha seus desejos de acordo com a realidade que está inserida, aceito melhor a teoria de Erick Erikson sobre o assunto. Ter ícones, principalmente artísticos, é uma forma muito eficaz na formação dessa identidade de "gente grande". Existe hoje uma massificação, uma ditadura midiática sobre sexualidade e adolescente. Essa postura dos Jonas e da Miley, abre uma nova oportunidade, uma volta a normalidade do amadurecimento sexual. No Brasil, o "Anel de Prata" chega como um basta a toda a ditadura da vulgarização da sexualidade de crianças e adolescentes. Creio que em breve, teremos exemplos de pessoas influentes na mídia brasileira usando o Anel de Prata. Isso vai causar um impacto sim, contudo, quando um jovem assume essa postura, mesmo sem ser da mídia, ele vai tocar a vida de muitos outros que serão expostos a essa opção. Estou muito otimista com o movimento... hoje no mundo já são centenas de milhares de jovens assumindo essa postura publicamente. Isso é bem legal!

A necessidade de referências mesmo no meio gospel

Adolescentes são adolescentes não importando sua profissão de fé, no meio gospel isso não muda. Eles estão em busca de ícones sim... isso faz parte do momento que estão vivendo. O "Anel de Prata" é como se fosse uma comunidade do Orkut, só que o adolescente usa o anel para mostrar que participa dessa comunidade internacional. Creio que isso precisa ser desmistificado no ceio cristão. Símbolos não são ruins em si mesmos...o cristianismo  tem muitos símbolos. Alguém me perguntou se isso não seria tipo um amuleto... (risos). Não, de forma alguma. É apenas um símbolo que dá sentido de pertença ao adolescente. Espero que mais artistas e pessoas de influência na mídia possam entrar pra esse movimento.

A participação da família

As pessoas que mais tem influência na vida de um adolescente não são seus amigos, ou professores; são os pais. Sim, a vida familiar é o que pode definir os valores da vida de alguém. Isso fica claro para mim, pois vejo como os pais podem deixar marcar profundas (boas e más) na vida de seus filhos. Por isso, espero que os pais vejam esse movimento como uma oportunidade de abençoar seus filhos e ajudá-los a viver em um mundo erotizado e cruel com a sexualidade. Creio que quanto mais transparente for essa conversa em casa, mais consciente os filhos ficarão sobre o assunto, e assim, mais segurança terão para tomar suas decisões.

Para conhecer mais sobre o movimento "Anel de Prata" acesse: http://www.aneldeprata.com/

veja também