Jurista brasileira fala sobre a Lei Maria da Penha em Washington

Jurista brasileira fala sobre a Lei Maria da Penha em Washington

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2009 as 12

A convite da empresa de cosméticos Avon, a jurista e professora Silvia Pimentel, brasileira membro da Comissão das Nações Unidas (ONU) para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher (Cedaw), falou esta semana, em Washington, sobre os mecanismos surgidos recentemente no Brasil para combater a violência doméstica, entre eles a Lei Maria da Penha.

Trata-se de um grande evento para discutir formas de combater a violência contra a mulher no mundo, que aconteceu no National Museum of Women in the Arts. Ele reuniu juristas de várias partes do mundo, ongs e representantes da Avon de várias partes do mundo. Participam também Andrea Jung, chairman e CEO da Avon, e a atriz Reese Whiterspoon, presidente honorária da Avon Foundation for Women. Na terça-feira foi anunciada a criação do Centro Global Avon em Prol da Justiça e das Mulheres na Faculdade de Direito Cornell, em Nova York.

Ainda mostrando o que está sendo feito no Brasil pela causa, Silvia Pimentel destacou o investimento de R$ 1,5 milhão do Instituto Avon em um amplo projeto para divulgação da Lei Maria da Penha para advogados, delegados, juristas e vários profissionais, em parceria com o Unifem (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), que será colocado em prática em 2009.

Silvia é ativista histórica do movimento de defesa dos direitos das mulheres, reconhecida internacionalmente por sua atuação ligada aos direitos humanos. Ela foi acompanhada por Katia Gianone, diretora de Comunicação da Avon Brasil, e por Lírio Cipriani, diretor executivo do Instituto Avon.

veja também