Mães que tentam ser 'supermulheres' têm mais depressão

Mães que tentam ser 'supermulheres' têm mais depressão

Atualizado: Quinta-feira, 25 Agosto de 2011 as 2:13

Tentar ser uma 'supermulher' pode levar à depressão. De acordo com pesquisa da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, as mães que acham que podem conviver facilmente com todas as tarefas do trabalho e da casa apresentam mais sintomas da neurose que as que renunciam a alguns aspectos da carreira ou dos cuidados maternais para conseguir equilíbrio.

O levantamento contou com a opinião de 1,6 mil voluntárias adultas sobre família e emprego. Os seus níveis de depressão foram medidos assim que completaram 40 anos, segundo o site Science Daily.

"As trabalhadoras que esperavam que o equilíbrio entre trabalho e vida iria ser difícil, provavelmente, são mais propensas a aceitar que não podem fazer tudo", disse a cientista Katrina Leupp. Assim, costumam ficar mais confortáveis ao fazer compensações, como sair do trabalho mais cedo para buscar as crianças. As que esperam gerenciar a carreira e a família sem abrir mão de determinados itens tendem a se sentir culpadas pelas falhas.

Entre as conclusões, consta que as mães donas de casa mostram mais sinais de depressão em comparação àquelas com vida profissional. "O emprego ainda é, em última análise, bom para a saúde das mulheres. Mas, para uma melhor saúde mental, mães que trabalham devem aceitar que não podem fazer tudo."

veja também