Mães são as que mais fazem previdência privada para os filhos

Mães são as que mais fazem previdência privada para os filhos

Atualizado: Sexta-feira, 25 Junho de 2010 as 10:23

Uma das maiores preocupações que você provavelmente tem é com a educação do seu filho. Onde ele vai estudar? Vou ter condição de ajudá-lo, se for preciso, a pagar a faculdade? Será que ele vai estudar fora? A educação é o principal motivo da procura por planos de previdências para as crianças. E mais: são as mulheres as que mais fazem para os filhos. Um levantamento inédito da Sul América, dado com exclusividade à CRESCER, mostrou que as mães, entre 31 e 50 anos, são responsáveis por 40% dos planos contratados para crianças. O valor médio da contribuição é de R$ 87 e 68% fizeram o plano VGBL.

Carolina de Molla, diretora da Vida e Previdência da empresa, diz que os pais procuram o plano logo após o nascimento do bebê ou quando ele completa um ano. Ela explica que se você fizer uma contribuição de R$ 200 durante 18 anos, seu filho vai poder usufruir R$ 1.900 mensais durante 4 anos. Pode ser uma ajuda de custo para pagar a faculdade ou então a possibilidade de estudar fora do país por um ano.

Por: Thais Lazzeri

veja também