Modernos, mas nem tanto...

Modernos, mas nem tanto...

Atualizado: Sexta-feira, 23 Julho de 2010 as 3:22

Apesar de todas as tentações e liberdades proporcionadas pelo modo de vida moderno, os homens continuam com o velho e tradicional desejo de constituir uma família. É o que revela a pesquisa desenvolvida pelo site americano “Askmen”, que consultou cerca de 100 mil pessoas do sexo masculino, entre ingleses, australianos, canadenses e americanos.

Como o homem moderno define e determina o seu status social? Como ele se preocupa com a aparência atualmente? Como vislumbra o seu desempenho sexual? Essas e outras questões mostraram que o panorama do homem do século 21 não mudou tanto assim.

Na hora “H”, o que eles realmente querem é ter uma família em primeiro lugar --pois, ao todo, 36% responderam que o símbolo de status máximo na vida de um homem é a constituição dos laços familiares.

Em segundo lugar (com votos que totalizam 26% da opinião dos participantes da pesquisa), o maior desejo deles é conseguir uma posição elevada na carreira. Ter uma bela esposa ou namorada ficou em terceiro lugar (21%). Em seguida, vieram a aspiração de ter uma bela casa (10%), um belo e luxuoso carro (6%) e ser membro de de um luxuoso clube, como os country clubs (1%).

Algumas respostas, no entanto, podem surpreender. Um dos exemplos de ‘evolução da espécie' é o dado que aponta que 64% dos homens desses países disseram que cozinham em casa --e gostam disso!

Outro ponto interessante é que ao menos 54% dos homens assumem que a bebida alcoólica pode afetar seus respectivos desempenhos sexuais, contra 46% que negaram a possibilidade.

No total, 50% acham que o abdominal é a parte que as mulheres mais apreciam em um homem. Mas, manter uma barriga ‘tanquinho’ parece não ser, na prática, o que eles desejam -a bebida favorita dos homens, segundo a pesquisa, ainda é a cerveja, com 38% dos votos, seguida pelo whisky, que teve 25% da preferência entre os consultados. 

Um lado interessante do estudo revela que o lado 'macho-men' dos homens pode estar um pouco menos embrutecido com o passar dos tempos. Questionados se choram, 40% responderam que sim –mas apenas diante de circunstâncias extremas, a exemplo da morte de alguém amado ou de grandes tragédias em geral.

No mundo do trabalho, um dado é assustador e ao mesmo tempo engraçado -- se não fossem mandados embora de suas empresas, 70% dariam um soco na face do seu chefe.

E, mostrando que o tradicionalismo na forma de apreciar a moda masculina é uma página dos tempos de outrora, os participantes da pesquisa opinaram, ainda, sobre modo e estilo de se vestir dos homens na contemporaneidade.  Neste ponto, o troféu dos mais fashion do planeta, ou os mais bem vestidos, foi para os italianos - que obtiveram 41%dos votos, seguidos dos ingleses (16%) e dos americanos (13%). Os brasileiros aparecem em nono lugar, com apenas 2% dos votos. 

Esses e outros dados interessantes e divertidos você pode ver no site: http://www.askmen.com/specials/2010_great_male_survey/

veja também