Morar sozinho

Morar sozinho

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 8:47

Nos dias de hoje, muitos filhos preferem sair de debaixo das asas dos pais e pagar o preço de assumir as responsabilidades financeiras de uma vida a só. De acordo com psicólogos e especialistas da área, isso acontece, principalmente, em função do fator liberdade. Segundo Thiago de Almeida, psicólogo e pesquisador do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), os jovens, a partir do momento em que conseguem emprego e têm um salário, preferem ter seu canto.

Uma questão levantada recentemente foi a de homens que moram sozinhos terem a tendência de ser mais egoístas. Thiago, porém, discorda. “Acho que isso depende muito da personalidade de cada homem. Se ele já tiver em sua personalidade esse padrão de humor, um apego exagerado por suas coisas, com certeza morando sozinho será mais egoísta”, comenta.

O especialista explica que o que pode acontecer é o homem se tornar mais exigente com suas coisas, mas não egoísta. De acordo com o pesquisador, os amigos e o contato com a família fazem com que a pessoa se torne menos egoísta. Uma realidade comprovada dentro desse perfil de homens que moram sozinhos, porém, é o desenvolvimento de hábitos e manias. Mas o psicólogo destaca que isso mais uma vez dependerá da personalidade de cada um. “Se um homem é muito solitário e não tem amigos, ele pode desenvolver hábitos e manias sim, em relação à arrumação e/ou decoração da casa, arrumação de suas roupas, etc.”, observa.

Com relação a casamentos, Almeida esclarece que morar sozinho não é fator determinante no que se refere a encarar a vida com mais tranquilidade ou não. “Homens que moram sozinhos nem sempre são mais exigentes quando se casam. Às vezes, os que moram com os pais são mais exigentes, porque acabam fazendo comparações entre a mãe e a esposa”, explica.

O psicólogo cita alguns pontos negativos e positivos de um homem que mora muito tempo sozinho. “De positivo, a independência, liberdade, amigos, deveres e obrigações; de negativo, a inconstância, o mau humor, a solidão e as exigências”, finaliza.

veja também