As mudanças que os casados esperam no cônjuge

As mudanças que os casados esperam no cônjuge

Atualizado: Terça-feira, 9 Abril de 2013 as 8:20

As mudanças que os casados esperam no cônjugeDepois de trinta anos aconselhando casais, cheguei a uma conclusão indubitável: todas as pessoas casadas gostariam de ver mudanças no cônjuge. Por vezes, em vez de expresso, esse desejo é refinado e aprofundado em devaneios. O marido sonha acordado com uma esposa que fez as mudanças por ele desejadas e delicia-se com o produto de sua imaginação. A esposa, por sua vez, sonha com um marido que tome a iniciativa de colocar o lixo para fora. Esses devaneios alimentados em segredo sobre o cônjuge perfeito tornam-se barreiras para a intimidade no mundo real.

 
No outro extremo, encontramos maridos ou esposas que não se acanham em exigir mudanças, escolhendo quase sempre os momentos de raiva para expressar seu desejo. A linguagem ríspida e o comportamento agressivo revelam quanto gostariam que seu cônjuge fosse diferente. Uma esposa contou sobre uma ocasião em que o marido a empurrou contra a parede e, quando ela se queixou, respondeu: “Quando você começar a agir como esposa, eu a tratarei como tal. Até lá, vai ter o que merece”. Sem dúvida, por trás das palavras “começar a agir como esposa” havia uma série de expectativas específicas de mudança de comportamento da mulher. A esposa que grita: “Eu não agüento mais arrumar sua bagunça. Faça o favor de virar gente grande” está revelando sua expectativa de mudança.
 
Entre o extremo do silêncio e o das exigências grosseiras, milhares de casais vivem com expectativas malogradas. Se ao menos o marido ou a esposa mudasse, a vida seria tão diferente! Algumas vezes, procuram expressar seu desejo; em outras, simplesmente desistem e deixam a frustração tomar conta.
 
Qual é o problema? Como é possível o desejo de ver mudanças no cônjuge ser tão universal e, ao mesmo tempo, a realidade dessas mudanças ser tão rara? Creio que a resposta pode ser encontrada em três fatores:
 
1. Começamos da maneira errada.
 
2. Não entendemos o poder do amor.
 
3. Não sabemos comunicar de forma eficaz o desejo de ver mudanças no cônjuge.
 
Este livro responderá à pergunta: “Como conseguir que meu cônjuge mude sem manipulação?”. Nas próximas páginas, desejo mostrar o ponto de partida correto, algumas maneiras de usar o poder do amor e como desenvolver a habilidade necessária para pedir mudanças.
 
Sei que você é uma pessoa ocupada, por isso, procurei escrever um livro conciso e objetivo. Apesar da concisão, é um livro eficaz e tem o potencial de
realizar as mudanças tão desejadas em seu cônjuge. Não será fácil aplicar os princípios que vou ensinar, mas, se você o fizer, terá ótimos resultados.
 
 
- Gary Chapman
 

veja também