Não consegue engravidar? Veja o que fazer

Não consegue engravidar? Veja o que fazer

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 9:19

A infertilidade é um problema enfrentado por muitos brasileiros. "Um casal pode se considerar infértil após um ano tentando engravidar. Depois desse tempo, é preciso procurar um médico", recomenda Caio Parente Barbosa, professor de Genética e Reprodução.

Segundo ele, as causas da infertilidade podem estar tanto no corpo da mulher quanto no do homem. Por isso, é recomendado que o casal vá junto à consulta. Para ajudá-la a engravidar, o médico pedirá exames e avaliará qual o melhor tratamento. Os mais comuns são o coito programado, a inseminação artificial e a fertilização in vitro.

Essas técnicas costumam ser caras, mas há, também, hospitais em que elas são realizadas de graça ou a baixo custo. A espera talvez leve alguns anos, mas o tratamento pode fazer a diferença para ajudá-la a realizar o sonho de ser mãe. Confira algumas dicas:

Não consegue engravidar? Tente...

Coito programado: o casal é orientado a ter relações sexuais nos dias certos de ovulação, o que aumenta as chances de engravidar. Também são receitados remédios.

Inseminação artificial: é simples e indolor. Primeiro, a mulher toma medicamentos para aumentar a ovulação. No dia fértil dela, o espermatozoide dele é coletado e colocado no útero. O procedimento custa entre R$ 700 e R$ 4 mil.*

Fertilização in vitro (FiV): primeiro, o médico induz a ovulação com injeções de medicamentos. O crescimento dos óvulos é acompanhado por ultrassonografias e, ao chegarem à quantidade ideal, eles são retirados em uma pequena cirurgia com anestesia. No mesmo dia, o homem faz a retirada dos espermatozóides e estes são inseminados no óvulo em um laboratório. Dois ou três dias depois, os pré-embriões são colocados no útero. A técnica é complexa, mas as chances de a mulher engravidar aumentam muito. "Após a transferência do embrião, no 12º dia já é possível ter a confirmação da gravidez", afirma o professor Paulo Serafini, da USP. É possível encontrar locais para fazer a fertilização gratuita, mas a espera pode ser bem longa. Quem decidir pagar pode desembolsar de R$ 4 mil a R$ 14 mil.*

veja também