No mês das noivas, consultores dão dicas de como economizar na festa de casamento

No mês das noivas, consultores dão dicas de como economizar na festa de casamento

Atualizado: Terça-feira, 25 Maio de 2010 as 10:45

Maio é tradicionalmente conhecido como o mês das noivas. Para quem sonha com o casamento, não é preciso desistir dele por causa do alto custo de produção da festa. São tantos detalhes para pensar e planejar que a preparação pode ser um tormento. Para evitar que o sonho se transforme em pesadelo, a dica de quem entende do assunto é planejar com pelo menos um ano de antecedência.

Camila Relva, proprietária da empresa Compagnie, especializada em organizar cerimônias e festas, diz que é possível economizar mais dinheiro quando os noivos começam a organizar os detalhes antecipadamente.

- O ideal é começar a planejar um casamento um ano ou pelo menos oito meses antes. Você tem mais opções de escolha. Pode definir com calma o fotógrafo, o buffet, o vestido. É até melhor para pagar, pois a maioria dos fornecedores parcela o pagamento.

Segundo ela, enxugar a lista de convidados é o primeiro passo para planejar um casamento mais barato.

- Todos os custos giram em torno do número de pessoas. O espaço que vai alugar, os itens do buffet, os doces, as bebidas, tudo é cobrado de acordo com os convidados.

Agora, se não é possível diminuir o número de convidados, Camila dá algumas dicas para cortar custos sem deixar de chamar ninguém, como economizar do vestido às lembrancinhas.

De acordo com Camila, é possível cortar custos observando pequenos detalhes.

Vestido

Escolher um vestido de um estilista renomado sai mais caro. Opte por profissionais que estão começando. Alugar o vestido também é bem mais barato do que comprar. Mas a profissional não aconselha a segunda locação.

- Acho a segunda locação [do vestido] uma coisa perigosa, porque o vestido pode se destruir e a noiva tem que ter consciência de que o vestido está todo remendado.

Convites

Na hora de fazer os convites, opte pelo papel nacional, em vez do importado. Outra dica é escolher impressão simples no lugar de alto-relevo. Fitas, envelopes, passa fita e flores também encarecem o preço final e podem ser dispensados.

Lembrancinhas

Não distribuir todo tipo de lembrancinha personalizada. O convidado não precisa ganhar garrafinhas de água com o nome dos noivos. Segundo Camila, "se a pessoa está com um custo baixo, basta um bem-casado".

Bebidas

Nas bebidas, segundo Camila, é bom optar por empresas que forneçam em regime de consignação - é possível devolver o que não for consumido. Para os noivos que escolherem servir whisky aos convidados, a consultora aconselha que dispensem o energético para diminuir os custos.

- As pessoas bebem muito mais whisk ou vodka quando tem energético para acompanhar.

Bolo e doces

Para cortar custos, pode-se diminuir a quantidade de doces para cada convidado. De acordo com Camila, em vez de pedir seis unidades para cada um, bastam quatro.

Outra dica da profissional é não exagerar no bolo, que segundo ela, em alguns casos podem até ser dispensado.

- As pessoas não comem muito bolo em casamentos. Você pode pedir para a doceira fazer a base do bolo falsa e só a parte de cima comestível. Outra opção é trazer o bolo já cortado da cozinha, pois ele não vai precisar ser tão elaborado.

Locação de espaço e decoração

Camila aconselha escolher um espaço em que o mobiliário esteja no pacote, assim sobra mais dinheiro para pensar na decoração.

- Em vez de flores, você pode contratar empresas que façam projeções com luzes. O efeito é bem legal e o custo é menor.

Buffet

Opte pelo buffet americano, no qual o convidado se serve, ao que já vem no prato – ou à francesa. A primeira opção custa em média 20% menos.

Segundo Jofrey Fernebok, diretor comercial da Vanille Buffet, massas não podem faltar no cardápio. Não precisa ser um menu exótico.

- Massas agradam a todos.

Música

Música é um item que também não pode faltar em um casamento. Contratar um DJ – Disc Joquei - é mais barato que uma banda ao vivo. Mas Camila adverte que é bom não exagerar.

- Banda é mais caro, mas por outro lado se escolher um equipamento supercaro, com iluminação superpotente e aparelhos de projeção de imagens, o DJ sai caro também.

veja também