O cálcio na alimentação infantil

O cálcio na alimentação infantil

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 4:02

Entre os nutrientes necessários para o crescimento e controle das funções do corpo humano, o cálcio ocupa um lugar de destaque. É um mineral que está presente em maior quantidade no corpo humano, essencial para a mineralização dos ossos e dos dentes e também para a regulação de muitos aspectos metabólicos em diversos tecidos do corpo humano. Ou seja, fundamental para uma alimentação adequada desde a infância.

Alguns estudos recentes associam que a ingestão de cálcio está diretamente relacionada ao peso do individuo. Assim, quem tem uma ingestão de cálcio diária adequada apresenta menores taxas de excesso de peso.

A necessidade de uma alimentação rica em cálcio persiste para a vida toda, especialmente na infância, durante o desenvolvimento do pico da massa óssea, na fase de crescimento. No entanto, o cálcio é perdido diariamente pelo corpo em volumes consideráveis. Por isso, se essa perda não for compensada por uma quantidade correspondente, as crianças podem desenvolver uma série de problemas:

-->Riscos de fraturas e osteoporose

-->Diminuição da velocidade de crescimento

-->Insônia e diminuição da memória

-->Câimbras

-->Queda de cabelos

-->Unhas quebradiças e frágeis

-->Dentes que quebram facilmente

-->Raquitismo

A única fonte de cálcio disponível para o organismo humano é aquele proveniente da alimentação. E, entre os alimentos fontes de cálcio, destacam-se o leite e seus derivados (queijo e os iogurtes), além de vegetais de cor verde-escura, frutas e peixes. Para as crianças que têm intolerância à lactose (presente no leite ou em outros produtos lácteos), não faltam nos supermercados produtos específicos. Já no caso de crianças que não gostam de leite, uma alternativa são alimentos enriquecidos ou fortificados com cálcio.

Se mesmo com a variedade de alimentos presentes no mercado seu filho não consiga ingerir as quantidades necessárias de cálcio para o crescimento e desenvolvimento, procure um nutricionista. Não tome nenhuma vitamina, suplemento de cálcio sem orientação de um profissional.

veja também