O que fazer com as crianças nas férias?

O que fazer com as crianças nas férias?

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 9:14

As férias estão chegando. Com ela, começam as preocupações. Afinal, o que fazer com as crianças se não vamos viajar? Para que elas não fiquem todos os dias em frente à tevê ou no computador, precisamos criar alternativas. Temos que ser criativas, pois os filhos normalmente não aceitam com facilidade nossas sugestões.

Alguns locais oferecem cursos nas férias dos mais variados, desde aulas de culinária a artesanato, entre outros. Entretanto, nem sempre queremos ou podemos gastar com isso. Hoje em dia existem alguns locais que também oferecem opções gratuitas, basta ter um pouco de interesse e paciência para pesquisar na internet.

Piquenique no parque ou em casa

Uma dica econômica e interessante é resgatar algumas coisas que se fazia antigamente, como um piquenique, por exemplo. Combine com seus filhos para que cada um convide um ou dois amiguinhos. Provavelmente no primeiro momento eles vão fazer cara feia e dizer que é a coisa mais sem graça do mundo. A sua argumentação deve ser: "Como vocês podem dizer isso se nunca fizeram?" e complementar que se eles não gostarem, essa será a única vez.

Uma boa maneira para eles se interessarem sobre o passeio é perguntar o que eles gostariam de levar para comer e beber, fazendo com que participem da preparação dos alimentos. Normalmente, toda criança gosta de mexer na cozinha.

Para que tudo saia da melhor forma possível, faça uma pesquisa sobre os melhores locais para um piquenique, que podem ser em alguma estrada ou em parques, tanto no local onde você mora como em alguma cidade próxima.

Antes de marcar a data, pesquise a previsão do tempo, para não correr muito risco de o dia estar chuvoso. Mas, se mesmo assim no dia marcado houver uma mudança repentina de tempo e estiver chovendo, não se desespere. Há como resolver.

Crie um local dentro de casa, empurre os móveis da sala, deixando o maior espaço possível, onde possa estender uma toalha e colocar a cesta com os sanduíches, sucos, frutas, entre outras coisas. A partir daí, é só agir como se estivesse em um local ao ar livre. Não se esqueça também de pensar nas brincadeiras, principalmente se houver a necessidade de fazer o piquenique em casa.

Ao ar livre sempre é mais fácil, pois o próprio local facilita o entretenimento das crianças. Em casa, nossa criatividade precisa funcionar melhor. Tente se lembrar de brincadeiras que você brincava quando criança e seus filhos provavelmente nunca brincaram. Com isso, serão resgatadas memórias e a criatividade deles também será ativada. A única coisa que não vale é deixar as crianças usarem jogos e brinquedos eletrônicos.

Visitando o trabalho dos pais

As férias, quando as crianças não viajam, são realmente muito complicadas, exigindo sempre que criemos coisas novas para que elas se distraiam e não se irritem. Uma programação diferente, e que elas adoram, é uma visita ao local de trabalho dos pais. Em alguns casos, será um momento inesquecível para os filhos. Hoje em dia, existem muitas empresas que não só permitem como até incentivam essas visitas.

Existem passeios, inclusive com cunho educativo, em que as crianças não só se divertem como também aprendem. Essas excursões, em sua grande maioria, são gratuitas.

Refeições temáticas

As refeições também podem ser diferentes. É só usarmos nossa imaginação e criarmos almoços ou jantares temáticos, podendo um dia ser italiano, outro japonês ou de outro país à sua escolha. O tema do lugar deve ser escolhido em consenso por toda a família. No momento de preparar os pratos e a decoração, deixe que as crianças ajudem, pois além delas se divertirem, começam a ter noções de cozinha e decoração. Para a decoração das refeições temáticas, vocês podem usar papel crepom ou de seda, fitas ou outros objetos que haja em casa.

Hora da faxina

Outra sugestão, que além de distrair as crianças é também educativa, é fazer uma faxina na casa para que cada um arrume seu quarto e aproveite para escolher brinquedos, roupas e outras coisas para fazer uma doação. Após a separação dos objetos, é possível programar uma visita a creches ou asilos, onde as próprias crianças podem participar da entrega do material.

Uma excelente oportunidade para instruir os nossos filhos com respeito e responsabilidade social, no apoio, sensibilidade e carinho com os que sofrem é programar uma visita a instituições de apoio a necessidades especiais. É uma oportunidade para que eles percebam que o mundo em sua volta possui problemas e necessidades que vão além do seu "mundinho".

(*) Heloisa Sundfeld é consultora pessoal da Help Personal Assistant

veja também