Os modismos e a Palavra de Deus

Os modismos e a Palavra de Deus

Atualizado: Sexta-feira, 22 Setembro de 2006 as 12

  As angustias, dúvidas e influências vividas pelos jovens cristãos nos meios seculares

Eliane CanegalA influência de modismos pode ser vista através de tatuagens, piercings, roupas rasgadas com brilhos, acessórios dos mais variados gostos e estilos. No meio secular, a mídia dita as regras da moda. E, nos ambientes jovens, o ?legal? é copiar o jeito de falar, vestir, o corte de cabelo etc. Tudo para ser igual ao outro.

Nesse contexto, os adolescentes são os mais atingidos, já que passam por uma fase de transição em que precisam se auto-afirmar. E aí começa o grande problema, pois o jovem cristão aprende que precisa ficar longe das coisas do mundo. Conforme encontramos em Tiago 4-4 ?Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus.

Para a cantora Léa Mendonça, que lançou recentemente o CD ?Apenas uma Voz?, pela MK Music, a maneira de manter os filhos longe dos modismos é a conversa dentro de casa. ?Minha filha de vez em quando aparece com uma. Mas eu estou sempre conversando com ela, mostrando à luz da Bíblia que temos que ser diferentes. Somos o povo de Deus. Sempre a conversa virá na frente de qualquer tipo de represália?, diz Léa.

As dificuldades do dia-a-dia

Contudo, ficar longe de tantas novidades não parece tão simples para os jovens. É o que diz a universitária Rebeca Ribeiro, 19 anos. ?Não é fácil ser diferente na faculdade, já que todos normalmente têm atitudes semelhantes e nós, como cristãos, assumimos uma postura contraditória ao mundo. Nós, que temos o conhecimento da Palavra, precisamos ficar atentos, já que tudo me é lícito, mas nem tudo me convém. Roupas indecentes, tatuagens, piercings, todas essas coisas que impedem o relacionamento com Deus, que nos afastam dele, devem ser evitadas, independentemente de estarem na moda ou não. Hoje em dia existe muita preocupação com a moda, enquanto o essencial, que é agradar a Deus, fica em segundo plano?, diz.

Erica Cruz, 17 anos, estudante do Ensino Médio, comenta que, em meio às dificuldades e controvérsias, procura influenciar seus colegas com a Palavra de Deus. ?Tento convencê-los de que a visão de Deus é diferente da deles. Tatuagens e piercings estão totalmente fora da Bíblia. Algumas roupas são até legais, desde que não sejam indecentes?, comenta.

Em meio às influências dos amigos, alguns agem por impulso e depois se arrependem. É o caso da estudante do Ensino Médio, Verônica Guedes, 18 anos. Aos 15 anos, ela quis tatuar o corpo porque todas as suas amigas tinham tatuagens. Mais tarde, aceitou Jesus e, hoje, se arrepende do fato. ?Hoje eu me arrependo, acabei agindo por impulso por influência dos meus amigos. As marcas vão ficar para sempre. E alguns irmãos ficam escandalizados quando notam minha tatuagem. Tento escondê-la com a roupa?, diz arrependida.

A igreja pode ajudar

Diante de influências negativas, a cantora Léa Mendonça diz que a Igreja deve ser um diferencial, com ações adequadas a cada faixa etária. ?Às vezes, alguns pastores pensam que vão conseguir mudar algo de errado colocando todo o mundo de joelho para orar, fazendo 4 ou 5 horas de jejum. Não é por aí. Porque nem todo adolescente é igual. Então, é necessário criar situações que estejam dentro das faixas etárias deles, para que possam extravasar suas energias, mas sem ferir os princípios cristãos?, afirma.

Léa Mendonça ressalta, portanto, a importância de preparar encontros com programas totalmente direcionadas aos jovens. ?Devemos criar estratégias para a juventude ter prazer em estar na igreja, e aí é Palavra neles, porque a Palavra é que gera a fé. Muitas pessoas dizem que quando se tem dúvida, é melhor seguir o coração. A Bíblia diz o contrário. Porque o coração às vezes leva a caminhos cujo final é a morte", comenta.

A cantora aproveitou a entrevista para deixar um recado direto aos jovens. ?Então, jovem, quer ser feliz? Quer ser bem-sucedido? Quer ser uma pessoa cujos caminhos vão se abrir? Dê atenção à Bíblia. Deus não quer que você seja um bitolado, alienígena, não quer que viva com 18 anos de idade e cabeça de 50, não! Deus entende os anseios dos jovens, sabe da peculiaridade própria da idade. Jesus foi jovem também. Ele entende o coração do adolescente?, aconselha.

veja também