Os perigos do sol para a visão das crianças

Os perigos do sol para a visão das crianças

Atualizado: Quinta-feira, 2 Junho de 2011 as 10:26

Com o que você se preocupa quando sai com seus filhos? Protetor solar, comida, bebidas. Mas e os óculos escuros para você e para as crianças ? Uma pesquisa realizada pelo instituto Ibope mostrou que apenas 6% dos 1122 pais entrevistados sabiam que o filho sentia alguma sensibilidade à luz do sol. Mais: nenhum reconheceu os males que a falta de uma proteção nos olhos pode causar às crianças. 

Quem não protege os olhos desde a infância tem mais chances de desenvolver, a longo prazo, catarata, pterígio (uma carne que cresce ao redor do olho), lesões na retina e fotoceratires (irritação na córnea). No total foram entrevistados 2002 adultos e apenas 3% dos entrevistados em São Paulo souberam dizer quais os efeitos nocivos dos raios ultravioletas (UV). No Recife, onde a intensidade da radiação por metro quadrado é maior, o índice é pífio, de 1%. Em Porto Alegre e Curitiba esse número é maior, chegando a 15% e 14% do conhecimento, respectivamente.

Quando a criança consegue andar e brincar sozinha ela já pode ter seu próprio óculos escuros. Escolha lojas especializadas, como as óticas, para fazer a compra. O motivo é simples: o aparelho que mede a proteção da lente contra os raios UVA e UVB é caríssimo, e poucos locais o possuem. O aparelho mais comum, que você encontra com facilidade em consultórios e óticas, não consegue medir a proteção em lentes escuras, apenas nas claras. A cor da lente engana o aparelho. Na medição, ele indica que a proteção está lá, mas esse resultado é falso. Por isso a importância de comprar um produto de procedência segura.

E não pára por aí. Quando você entra em um ambiente escuro, as pupilas dos olhos dilatam para que a quantidade de luz seja maior. Aí vemos com nitidez. O mesmo acontece quando usamos os óculos escuros: a pupila dilata também. Se você está com óculos que não tem essa proteção, a quantidade de luz que vai entrar é maior. Assim, seus olhos ficam mais expostos aos efeitos nocivos da radiação solar.

A criança não consegue perceber os danos. Vai sentir, no máximo, uma irritação nos olhos se exposto a longos períodos ao sol. Não precisa ser apenas na praia. Brincar no parquinho em um dia ensolarado causa o mesmo resultado. “A criança, e todo mundo, precisaria usar óculos escuros sempre que sai de casa. Não importa que esteja nublado. Quando você vai para a praia em um dia sem sol, não volta bronzeada pelo mormaço? O mesmo que acontece à pele vale para os olhos”, diz Newton Kara José Júnior, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo.

Mais luz Além dos raios que chegam até seus olhos normalmente, existem ambientes que aumentam a taxa de reflexão da luz e dos UVs. Ou seja: você vai receber radiação ultravioleta extra em:

- Grama: 1%

- Areia: 10%

- Água: 20%

- Neve: 80%    

veja também