Os riscos do uso da pasta de dente com flúor em crianças pequenas

Os riscos do uso da pasta de dente com flúor em crianças pequenas

Atualizado: Sexta-feira, 22 Janeiro de 2010 as 12

De morango, cereja, uva. São muitas as opções de pastas de dentes para crianças. Na hora de escolher, veja quais não contêm flúor (a informação vem no rótulo da embalagem). Crianças pequenas, com até 6 anos, não podem usar esse tipo de pastas. Como elas não sabem cuspir nem bochechar, engolem um pouco da pasta, ingerindo mais flúor do que o recomendado. Em excesso, essa substância causa fluorese, distúrbio que afeta o esmalte e produz manchas nos dentes. Um estudo norte-americano mostrou esse mesmo risco em crianças menores de um ano.

Assim que seu filho aprender a escovar os dentes sozinho e conseguir cuspir, ela já pode usar uma pasta infantil. Elas têm flúor, mas em menor quantidade.

Listamos aqui as dúvidas mais comuns sobre a hora de escovar os dentes:

- Como escolher a escova?

A primeira escova do bebê precisa ter cerdas extramacias para não machucar as gengivas. A cabeça tem de ser pequena, assim alcança os dentinhos do fundo sem causar desconforto, mas o cabo deve ser longo, para que o adulto que está fazendo a escovação consiga limpar todos os dentes da criança.

- Quanto de creme posso usar?

Na hora de fazer a limpeza, coloque na escova o equivalente a um grão de ervilha de creme dental.

- Preciso trocar a escova com frequência?

Sim. Os dentistas recomendam a substituição da escova a cada dois ou três meses porque as cerdas se deformam, dificultando uma escovação eficaz. Após esse período, também é mais difícil eliminar todos os resíduos que ficam acumulados entre as cerdas.

- O que fazer quando meu filho pedir para brincar com a escova?

Deixe seu filho brincar de escovar os dentes com uma escova velha (que ele já tenha usado), que é mais macia, até ele se acostumar. Depois, escove com a nova.

- Como facilitar a hora de escovar os dentes? E se meu filho não quiser...

Primeiro, reforce o hábito. Assim que ele terminar de comer, encaminhe-o para a pia do banheiro. Faça da escovação uma atividade em família, pois crianças gostam de imitar os adultos. As escovas podem ter o personagem preferido do seu filho. Quando ele terminar, parabenize-o dizendo que o cheiro da boca dele está gostoso, que os bichinhos foram embora etc. Brincadeiras como "ei, dê um sorriso de artista!", para você escovar os dentes da frente, também funcionam.

Dóris Rocha Ruiz, odontopediatra

por Iara Biderman, Tamara Foresti e Thais Lazzeri

veja também