Os truques para engravidar funcionam?

Os truques para engravidar funcionam?

Atualizado: Sexta-feira, 7 Outubro de 2011 as 8:59

Tirar férias, transar dia sim, dia não e até erguer as pernas para cima no fim da relação, muitos são os “truques” populares para engravidar. Mas será que eles funcionam? Para descobrir isso, a CRESCER pediu às leitoras que revelassem seus métodos alternativos. Depois, conversamos com o obstetra e ginecologista Aberto D’Aurea, diretor do grupo da Maternidade Pro Matre Paulista e do hospital Santa Joana, para saber quais dessas técnicas são realmente eficientes e quais não passam de mitos. Confira o - divertido - relato das leitoras e a opinião do especialista.

Esqueça! “Tentei de tudo, fiquei até meio chateada pelo resultado negativo. Mas chegou uma hora que tentei esquecer um pouco. Foram seis meses de tentativa e graças a Deus engravidei. Minha pequena completa um ano em julho. Eu brinco com meu marido, que a gestação começou naqueles dias em que eu estava super cansada e dizia vamos logo amor (risos).” Franciiele Ramos

Opinião do especialista - “O maior inimigo da gestação é a ansiedade. Você não pode exigir data e horário para a ação da natureza. O corpo não aceita imposição. O que ajuda na hora de engravidar é a entrega que a mulher faz no momento da relação. A tensão e cobrança só atrapalham e levam ao fracasso”.

Dia fértil “O esquema é o tal do dia fértil! Ele existe.” Larissa Carvalho

Opinião do especialista – “O dia fértil existe, mas não é uma regra. Num ciclo normal de 26 a 32 dias, a mulher normalmente ovula entre o 11° e 15° dia. Além disso, outros fatores podem afetar a ovulação.”

Posição “Erguer as pernas para cima! Hahahahaha.” Louizi Leão

Opinião do especialista - “De fato, é recomendado que a mulher permaneça deitada para não perder parte do esperma que pode escorrer pelas pernas, caso ela se levante. Se a mulher tem o útero retrovertido, recomenda-se que após o ato sexual, ela se vire de bruços e permaneça assim por uns 20 minutos. Já se o útero está lateralizado para direita, após a relação ela deve manter o corpo virado para e esquerda. Se o útero for lateralizado para esquerda, nesse caso, vira-se o corpo para a direita. Mas essas medidas são polêmicas, pois nem todos os médicos concordam e, claro, não são garantia de gravidez.”

Travesseiro “Colocar um travesseiro abaixo do bumbum durante a relação.” Odete Santos

Opinião do especialista – “No caso do travesseiro, se a pessoa se sente bem com ele abaixo do quadril, ótimo! Então que coloque o travesseiro. O importante é relaxar e não impor normas durante o ato sexual que prejudiquem a sua espontaneidade.”

Pratique, claro “O melhor truque é praticar sem parar! (risos)” Angélica Sasson

Opinião do especialista – “A relação sexual deve ser espontânea, mas já se sabe que quando ela acontece todos os dias, a qualidade de volume do esperma diminui. O melhor é fazer pausas de dois a três dias entre uma relação e outra.”

Tire férias  “Férias... engravidei em janeiro.” Daniela Galdi

Opinião do especialista – “As chances de gravidez aumentam nas férias porque a mulher está mais relaxada e o convívio com o parceiro também é maior. Se o local escolhido para o descanso for a praia, melhor ainda. Nesse ambiente, você visualiza o corpo do parceiro por horas antes do ato sexual, o que aumenta o grau de excitação da relação. Banhos de mar também ajudam a tornar a vagina menos ácida, aumentando a sobrevivência dos espermatozóides no interior dela.

Temperatura corporal “Media minha temperatura basal todos os dias e fiz um gráfico. Acompanhei todas as alterações do meu corpo pela temperatura, sabia o dia que tinha ovulado e... deu certo!!!!” Tatiana Carleto

Opinião do especialista – “Esse método não é recomendado porque está sujeito a muitas oscilações. A temperatura pode ser alterada por muitos fatores como, por exemplo, uma relação sexual no dia anterior à medição ou mesmo uma ida ao banheiro.”     

veja também