Otimismo nas Vendas do Dia das Crianças

Otimismo nas Vendas do Dia das Crianças

Atualizado: Quarta-feira, 29 Setembro de 2010 as 11:27

Os varejistas estão otimistas desde o inicio de 2010. Após os principais e prejudiciais efeitos da crise financeira recente, o Brasil tem prosperado em inúmeras áreas, entre elas a empregatícia. Ao percorrer a Rua 25 de Março e seus arredores, no Centro de São Paulo, comerciantes emplacam oportunidades de emprego em suas vitrines todas as semanas, tanto por esperar boas vendas de final de ano, como, também, por acreditar em futura manutenção.

O Dia das Crianças, data amplamente aguardada, deverá ser basicamente uma preliminar do Natal. Levantamento emitido pela Serasa Experian nesta semana indica que de todos os varejistas consultados, 57% preveem aumento do faturamento, percentual 8% superior em relação à constatação conjeturada há meia década.

Uma das estratégias adotadas por parte dos varejistas deverá ser promoções envoltas a parcelamento de presentes, com prazos maiores e valores das prestações mais amenos. Segundo a Serasa, essa medida tem por base atenção com o endividamento da população no transcorrer do ano e a inadimplência em crescimento.

O pagamento da primeira parcela do 13º salário, até 30 de novembro, é a carta na manga que os comerciantes aguardavam; alguns, de acordo com a Band Online, poderão fazer coincidir a primeira prestação de um suposto presente com o mês da concessão do benefício.

Os varejistas estão otimistas desde o inicio de 2010. Após os principais e prejudiciais efeitos da crise financeira recente, o Brasil tem prosperado em inúmeras áreas, entre elas a empregatícia. Ao percorrer a Rua 25 de Março e seus arredores, no Centro de São Paulo, comerciantes emplacam oportunidades de emprego em suas vitrines todas as semanas, tanto por esperar boas vendas de final de ano, como, também, por acreditar em futura manutenção.

O Dia das Crianças, data amplamente aguardada, deverá ser basicamente uma preliminar do Natal. Levantamento emitido pela Serasa Experian nesta semana indica que de todos os varejistas consultados, 57% preveem aumento do faturamento, percentual 8% superior em relação à constatação conjeturada há meia década.

Uma das estratégias adotadas por parte dos varejistas deverá ser promoções envoltas a parcelamento de presentes, com prazos maiores e valores das prestações mais amenos. Segundo a Serasa, essa medida tem por base atenção com o endividamento da população no transcorrer do ano e a inadimplência em crescimento.

O pagamento da primeira parcela do 13º salário, até 30 de novembro, é a carta na manga que os comerciantes aguardavam; alguns, de acordo com a Band Online, poderão fazer coincidir a primeira prestação de um suposto presente com o mês da concessão do benefício.

veja também