Pais e berçários precisam estar em clima de confiança

Pais e berçários precisam estar em clima de confiança

Atualizado: Quinta-feira, 14 Agosto de 2008 as 12

De acordo com a diretora pedagógica da Escola Psicológica Regina Elia, Margaret Pires, a relação entre pais e educadores precisa ser gerida num clima de perfeita confiança e transparência entre as partes. Se os pais devem informar tudo sobre a vida do bebê, a "instituição deve sempre comunicar aos pais tudo o que acontece com a criança, por escrito, mesmo que seja apenas um arranhão", enfatiza.

Em entrevista, Margaret fala do cotidiano de seu trabalho em uma escola de nível infantil, das responsabilidades de pais, berçários e berçaristas no cuidado com o bebê. Fala sobre as formas de se lidar com as perdas da primeira infância - chupeta, fraldinha, ursinho, cobertorzinho, dentre outros - de maneira suave e gradativa para que a criança não sofra com a perda. Dessa forma, o processo será aceito pela criança e seu distanciamento do objeto não será sofrível.

Comenta sobre os casos recentes de mortes de bebês em berçários. Para contratar uma babá com segurança, os pais precisam realizar alguns procedimentos, tais como: "tomar cuidado em contratar babás por indicação, verificar a documentação da candidata, suas referências, atestado de antecedente e realizar uma entrevista, de preferência com psicóloga".

Acima de tudo, os educadores infantis precisam amar o mundo infantil. É importante "que trabalhem sempre de forma lúdica e criativa; que estimulem, sejam carinhosos, pacientes e que respeitem seus alunos como seres únicos; que transmitam valores que hoje, infelizmente, estão esquecidos; e que amem, amem, amem o que fazem," alerta.

Lamenta que o nível infantil ainda não seja tão valorizado no País, pois é uma fase que alicerça toda a estrutura escolar. Encerra sua entrevista com alguns conselhos aos pais e educadores da Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental.

O educador que trabalha com crianças de nível infantil precisa ter seus valores bem definidos para que transmita segurança à criança, pois só assim, construirá um alicerce sólido na formação de sua personalidade com auto-estima elevada. Por isso, são importantes os cursos de capacitação dos educadores. Nos cursos que sua instituição ministra sobre distúrbios de aprendizagem, por exemplo, a inclusão é abordada não apenas como "social", mas como integração de crianças que apresentam alguma deficiência de aprendizagem. "Nossa preocupação é mostrar como facilitar o aprendizado de crianças disléxicas em sala de aula, mostrando algumas opções para ajudar a encontrar habilidades e interesses nessas crianças a fim de conseguirem atingir o potencial que cada uma é capaz de alcançar," esclarece.

Sua sócia, a psicóloga Regina Elia é autora do curso "Berçarista Escolar & Educador Infantil - Psicologia Infantil" do EAD.Aprendaki que será oferecido no mês de novembro. O curso é destinado a berçaristas, babás, baby-sitters e educador infantil. Além do conteúdo e das atividades para assimilação desse mundo da infância, conta com um estágio que é realizado em um berçário previamente cadastrado e selecionado pela Escola Psicológica Regina Elia.

Sobre o curso Berçarista Escolar & Educador Infantil - Psicologia Infantil

veja também