Pais estão mais conscientes da vida escolar de seus filhos

Pais estão mais conscientes da vida escolar de seus filhos

Atualizado: Sexta-feira, 2 Julho de 2010 as 9:45

Pesquisa com mais de 4 mil pessoas em 300 cidades do País surpreendeu positivamente a sociedade nesta semana. O estudo, feito em parceria com o Instituto Paulo Montenegro do Ibope e a Faculdade Mackenzie, define e analisa os valores dos brasileiros. Soube por nota no Todos Para Educação, que comentava os resultados da pesquisa, indicando que 77,22% dos pais reconhecem que são importantes para o desempenho escolar de seus filhos.

Das 4.017 pessoas, a maior parte (62,24%) tinha filhos e os pais entrevistados apontaram que o principal papel deles em relação aos filhos é "ensinar valores" (33,2%), seguido de "assegurar uma educação de qualidade" (27,8%) e "cuidar da saúde e alimentação" (14%). Na divisão entre gêneros, a maioria das mulheres (58%) indicou que o papel de ensinar valores é o mais importante. Já a maior parte dos homens (52,5%) acreditam que garantir uma educação de qualidade aos filhos é sua principal tarefa.

Apesar de reconhecerem sua responsabilidade em relação à educação dos filhos, uma parte significativa dos pais acredita que é responsabilidade da escola ensinar valores. Para um quarto (24,7%) esse papel deveria ser da escola. O que isso nos diz? Há uma tendência dos pais em apontar a escola como responsável pelo ensino de valores para as crianças. Como lembrou a educadora Cybele Meyer em seu texto, formação continuada para pais e professores, parafraseando Paulo Freire, "aqueles pais que se fazem presentes na educação dos filhos se fazem educadores". Não é isso que nós todos devemos desejar ao ter filhos e assumir o compromisso de criar cidadãos?

Mas esta é uma visão feminina, né? Pelo que vi na pesquisa, o papel de ensinar valores é o mais importante para as mulheres. Os homens entendem que garantir uma educação de qualidade aos filhos é sua principal tarefa. E aí entra esta característica de terceirizar a educação, ou seja, entender que já que se paga a escola, compete a ela educar integralmente as crianças.

Números como estes são importantes para pensarmos no que desejamos ser na vida escolar dos nossos filhos. Aproveite que é sábado para pensar nisso em família, que tal? E depois não deixe de nos contar aqui das suas conclusões e da sua experiência pessoal! Quem não quer um dia ter uma filha famosa como a Mariana Ximenes falando na TV que agradece muito por sua presença amorosa na sua vida escolar?

Samantha Shiraishi: mãe, especialista em jornalismo digital e com ampla atuação com mídias sociais, editora do blog A Vida Como A Vida Quer, focado no consumo de cultura em família.

veja também