Pode ou nao? beijar a criança na boca faz mal?

Pode ou nao? beijar a criança na boca faz mal?

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2011 as 10:16

Depois dos muitos comentários e da polêmica gerada pela   coluna   Não me Irrita deste mês da revista Pais & Filhos, resolvemos buscar a opinião dos especialistas sobre o selinho entre pais e filhos.

Segundo o infectologista Milton Lapchik, o estalinho pode transmitir algumas doenças, como herpes simples, micoses e outras infecções causadas por vírus. Ele lembra: para que a transmissão ocorra, ou o adulto ou a criança precisam estar no período de transmissão dos microorganismos, mas vale ressaltar que muitas das lesões de pele são imperceptíveis.

Além disso, o contato entre os lábios pode transmitir bactérias específicas da cárie, segundo o presidente da Associação Odonto-criança, Daniel Korytnicki.

Para os especialistas, é importante também que os pais deixem claro que o selinho é uma demonstração de afeto que só deve acontecer dentro de casa, entre os pais e o filho. Os adultos podem conversar com os pequenos ou demonstrar no dia a dia.

Explicar a diferença entre um estalinho e o beijo na boca de um casal é "é fundamental", já que as crianças pequenas podem confundi-los, diz a psicóloga Blenda Marcelletti. Isso ocorre, principalmente, com a exposição das crianças aos beijos exibidos em filmes e novelas, que podem estar inseridos em uma sexualidade que está além da capacidade de processamento cognitivo e emocional dos pequenos.

A médica ainda ressalta que os pais não devem dizer que são “namorados” dos filhos, pois esta é uma forma de enviar uma mensagem confusa e alterar a conotação das demonstrações de carinho entre eles.

Com tantas outras formas de demonstrar carinho e afeto, deixar de dar selinhos no seu filho não prejudicará o estado emocional e psicológico dele, explica a psicóloga. Em algums casos, a aproximação física pode enviar uma mensagem confusa para os pequenos e até estimular uma sexualidade precoce.

veja também