Por que é fundamental ter tempo para as suas amigas

Por que é fundamental ter tempo para as suas amigas

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 10:41

Bebê chorando, fralda para trocar, contas para pagar, assuntos para resolver no trabalho, dar atenção ao marido e ainda sair com as amigas. Quando você se torna mãe, a lista de prioridades muda totalmente. Seu filho passa a dominar a primeira posição, o trabalho vem em segundo lugar, o marido em décimo quinto provavelmente... E as   amigas, bem, com elas você mantém o contato pela   internet. Se essa lista condiz com a sua, você também se encaixa no resultado de uma pesquisa feita pela   National Childbirth Trust   (NTC), uma associação britânica que oferece suporte psicológico a gestantes e pais.   O   estudo   foi feito com mil mulheres que haviam se tornado mães há poucos meses. Cerca de 32% afirmaram que, para elas, o contato pessoal não era tão importante e que conversar pela internet era muito mais prático.   O número chamou a atenção de especialistas. “Logo após a chegada do bebê, arotina   da nova mãe se transforma. Primeiro, ela tem que se dedicar totalmente aos cuidados com a criança, aprender a lidar com as mudanças no relacionamento e no corpo e ainda pode estar passando por uma crise financeira com os novos gastos. Nesse contexto, a internet se torna uma aliada porque proporciona um contato com amigos, parentes e ainda oferece suporte em questões como amamentação e dificuldade para dormir”, diz Sally Horrox, diretora da NTC. "Mas essa não pode ser a única forma de interação social", completa.Já se sabe que mulheres que se afastam da família e de amigos após o nascimento dos filhos são mais vulneráveis à depressão pós-parto. “Por isso, assim como as crianças precisam ter um ciclo de amizades para se desenvolver emocionalmente, as mães devem ter uma interação social. É quase uma válvula de escape para essa pressão que se vive constantemente”, diz a psicóloga especialista em família Ana Lúcia Castello, do Hospital Infantil Sabará (SP).OK. A internet é importante porque facilita o reencontro de amigos e até promove um vínculo, mas nada substitui o encontro real com os amigos e a conversa cara a cara. Pela rede, você pode estar de pijama, sentada no sofá. Pessoalmente, você "tem" de se arrumar e até mesmo mudar de postura, o que faz uma grande diferença para a autoestima.   Mas como as mães vão dar conta de mais essa "tarefa"? “Para conseguir se organizar, o importante é fazer uma estruturação do tempo. Trate o encontro com os amigos como prioridade, assim como estar com seu filho, trabalhar e namorar”, aconselha Ana Lúcia. Veja mais dicas a seguir.  

veja também